Na briga

O caminho dos adversários do Grêmio na luta por vaga à Libertadores

Fluminense, Atlético-PR, Botafogo, Corinthians e Ponte Preta disputam um lugar no G-6 com a equipe de Renato Portaluppi

12/10/2016 - 06h11min | Atualizada em 12/10/2016 - 08h18min
O caminho dos adversários do Grêmio na luta por vaga à Libertadores Rodrigo Rodrigues / Divulgação Grêmio/Divulgação Grêmio
Foto: Rodrigo Rodrigues / Divulgação Grêmio / Divulgação Grêmio

O Grêmio mantém esperanças por uma vaga à Libertadores de 2017. Restam dois caminhos: ou o título da Copa do Brasil ou classificação entre os seis primeiros do Brasileirão. Como o jogo de volta contra o Palmeiras pela Copa será apenas na semana que vem, o foco de Renato Portaluppi está direcionado para o Atlético-PR, adversário desta quinta-feira na Arena.

Em oitavo lugar com 43 pontos, o confronto direto com os paranaenses, 45 pontos e na sexta colocação, será a oportunidade de ultrapassar um dos rivais pelo G-6.

Leia mais
Renato quer chances aproveitadas para vencer o Atlético-PR: "Tem que fazer o gol"
Sem Grohe, Renato encaminha Grêmio para encarar o Atlético-PR
Romildo decidirá até quinta-feira se concorrerá à reeleição no Grêmio

Com Palmeiras, Flamengo, Atlético-MG e Santos bem adiantados nas quatro primeiras colocações, seis times estão na briga por duas vagas no G-6: Fluminense, Atlético-PR, Botafogo, Grêmio, Corinthians e Ponte Preta.

Para o comentarista da FoxSports Paulo Vinicius Coelho, o Grêmio não terá fôlego para se colocar entre os seis primeiros.

— O melhor rendimento do momento é o do Fluminense. Mas o Grêmio era candidato ao título e agora não é mais. Pela tabela, hoje, o G-6 deve ter Palmeiras, Flamengo, Atlético-MG, Santos, Fluminense e Botafogo. Entre Atlético-PR, Botafogo, Grêmio e Corinthians, há uma vaga em disputa. Destes quatro, acho que vai o Botafogo, mesmo que tenha menos talento no seu grupo, comparado a Grêmio e a Corinthians.

PVC aponta um outro caminho para o Grêmio, a Copa do Brasil:

— A prioridade do clube, como foi dita na chegada do Renato, é ser campeão. Como o título possível neste momento é a Copa do Brasil, então esta precisa ser a busca.

O coordenador técnico Valdir Espinosa discorda de PVC. Para o dirigente, é possível lutar no Brasileirão. Mesmo com os sites Infobola e o site da faculdade de matemática da Universidade Federal de Minas Gerais, portais que trabalham com projeções estatísticas de futebol, apontando 31% e 28%, respectivamente, de chances de classificação à Libertadores via G-6. Para Espinosa, o Grêmio não deve dar prioridade à Copa do Brasil enquanto houver chance matemática no Brasileirão.

— Se fizermos a nossa parte, os que estão na disputa são encarados com respeito, vamos atingir o nosso objetivo — comentou.

Foto: Reprodução

Leia mais notícias sobre o Grêmio

Acompanhe o Grêmio através do Gremista ZH. Baixe o aplicativo:

App Store

Google Play

*ZHESPORTES 


 
 
 
Zero Hora No jornal Zero Hora você encontra as últimas notícias sobre esportes, economia, política, moda, cultura, colunistas e mais.