Opinião

Leonardo Oliveira: a lesão que fez o Grêmio desistir de Gabriel Fernández

Colunista relata informação revelada pelo agente do atacante uruguaio

Por: Leonardo Oliveira
11/01/2017 - 21h37min | Atualizada em 12/01/2017 - 07h28min
Leonardo Oliveira: a lesão que fez o Grêmio desistir de Gabriel Fernández Tadeu Vilani/Agência RBS
Foto: Tadeu Vilani / Agência RBS  

Em entrevista à Rádio Sport 890, de Montevidéu, o agente uruguaio de Gabriel Fernández, Flávio Perchman, revelou os motivos que levaram o Grêmio a desistir da transação. A ressonância magnética confirmou o receio trazido pelos exames clínicos no atacante (quando se faz movimentos com o joelho e se percebe possível instabilidade). O ligamento cruzado anterior reconstruído em março de 2015 havia sofrido uma ruptura parcial.

Leia mais: 
Leonardo Oliveira: o tamanho do vacilo do Grêmio no caso El Toro
Lesão no joelho, frustração e desejo de ficar no Grêmio: os bastidores do caso Gabriel Fernández
Empresário de Pedro Rocha reclama de indefinição: "Estamos tentando renovar desde junho de 2015"


Os médicos gremistas temeram, pelo acúmulo de jogos do calendário brasileiro e pela exigência nos treinos aqui, que Gabriel sofresse nova lesão - e isso exigiria, ao menos, oito meses de recuperação. O atacante só se manteve em atividade porque fez jus ao apelido El Toro. Sua formação muscular protegeu a articulação e evitou nova lesão. Em 2016, ele fez 28 jogos. No Grêmio, atuaria, pelo menos, duas vezes mais. 

 
 
 
 
Zero Hora No jornal Zero Hora você encontra as últimas notícias sobre esportes, economia, política, moda, cultura, colunistas e mais.