Explicação oficial

Vice do Grêmio justifica ausência de Renato: "Presença no campo não dá melhores condições de ver o jogo do que pela televisão"

Odorico Roman explicou posição da direção por liberar o técnico da viagem

Por: ZH Esportes
07/02/2017 - 21h17min | Atualizada em 07/02/2017 - 23h10min
Vice do Grêmio justifica ausência de Renato: "Presença no campo não dá melhores condições de ver o jogo do que pela televisão" Rodrigo Oliveira / Agência RBS/Agência RBS
Foto: Rodrigo Oliveira / Agência RBS / Agência RBS  

O vice de futebol Odorico Roman justificou a opção de Renato Portaluppi não comandar o time reserva do Grêmio nesta quarta-feira contra o Flamengo. Segundo Odorico, o clube não terá prejuízo por, na avaliação da direção, "não se estreitar relações em avião" e que "a presença na beira do campo não dá ao técnico melhores condições de ver o jogo do que pela televisão". Questionado sobre as críticas dos torcedores em redes sociais, Odorico minimizou:

— O torcedor entende o trabalho que está sendo feito, o torcedor apoia o trabalho e esta gestão. A presença na beira do campo não dá ao técnico melhores condições de ver o jogo do que pela televisão. Pode se discutir, mas optamos por ele ficar com o grupo principal. No momento que decidimos pelos reservas, significou optar que o Alexandre Mendes comandasse o grupo — afirmou.

Ouça a entrevista completa para a Rádio Gaúcha:

Odorico lembrou da partida do Grêmio contra o Cruzeiro, pela Copa do Brasil, quando Alexandre Mendes substituiu o suspenso Renato.

— Quero lembrar que tivemos um jogo da Copa do Brasil em Belo Horizonte, sem o Renato, e fizemos uma partida maravilhosa. Do ponto de vista do resultado, pode ou não ser relevante. Importante dizer que ele não está de folga, vai trabalhar nesta quarta-feira e assistir o jogo. O time mostrou alguns defeitos neste inicio de temporada com o grupo principal. Vai usar o treino para corrigir defeitos. Pode se dizer que é certo ou errado. Tínhamos que decidir se ele ficava com o principal ou com os reservas — comentou.

Leia mais
Sem Renato, Grêmio chega a Brasília com três estreantes em time reserva
Everton minimiza ausência de Renato: "Vai ser praticamente a mesma coisa"
Flamengo x Grêmio: tudo o que você precisa saber para acompanhar a partida

O vice de futebol reforçou que o técnico não tem plenos poderes, mas não garantiu que Renato comandará a equipe nas oportunidades que os titulares forem poupados.

— Existe o folclore de que o Renato manda e faz o que quer, isso não existe. Ele é muito afável, de trato fácil. Não foi uma vez que ele ouviu um "não", ele recebe com tranquilidade. Sempre que for para o bem do Grêmio, isso será comunicado. Digamos que resolvemos jogar com reservas em Gravataí, por exemplo. Como seria um deslocamento curto, sem perda de tempo de treinamento, o Renato dirigiria os reservas.

Acompanhe o Grêmio no Gremista ZH. Baixe o aplicativo:

App Store

Google Play

*ZHESPORTES

 
 
 
 
Zero Hora No jornal Zero Hora você encontra as últimas notícias sobre esportes, economia, política, moda, cultura, colunistas e mais.