Paixão tricolor

Cacalo: Rei Arthur está no Grêmio

Por: Cacalo Silveira Martins
20/04/2017 - 23h07min | Atualizada em 20/04/2017 - 23h07min
Cacalo: Rei Arthur está no Grêmio NORBERTO DUARTE/AFP
Foto: NORBERTO DUARTE / AFP  

Temia pelo resultado, com toda a razão. Mas o Grêmio foi melhor do que o Guaraní-PAR ontem à noite, mesmo com time reserva. O ponto somado vai fazer diferença. Mas foi duro, e o resultado, excelente, dentro do contexto. Jogar na Arena com vantagem é importantíssimo.

Arthur jogou muito e foi o grande destaque junto com Marcelo Grohe. Agora, Rumo ao Vale do Sinos.

Mas preciso ser franco. Quando comecei a escrever esta coluna, recebemos a notícia de que o Grêmio iria com uma formação reserva.

Confesso que temi pelo resultado, não só por simplesmente deixar de vencer uma partida ou deixar de somar pontos. Claro que isso é importante, quase fundamental eu diria, mas também pela repercussão interna e externa de um eventual mau resultado. Pela experiência que tive em futebol, penso que a questão anímica muito importante.

O Grêmio poderia obter qualquer um dos três resultados possíveis, mas admitindo o pior, criaria para si a obrigação de vencer este mesmo adversário de ontem, na semana que vem, na Arena. Obrigação em futebol, nunca é uma boa solução, por uma série de razões, sobejamente conhecidas.

Tudo certo, no fim

Como somou ponto ontem à noite, graças ao belo gol de Pedro Rocha, com a solidez de Arthur e a tranquilidade de Marcelo Grohe, tudo se esquece, fica para trás. No fim das contas, a decisão foi correta do técnico e da direção.

Mas é preciso ficar atento: uma derrota, que sempre pode acontecer, tem chance de criar um mau ambiente ao longo do ano.

 
 
 
 
Zero Hora No jornal Zero Hora você encontra as últimas notícias sobre esportes, economia, política, moda, cultura, colunistas e mais.