Satisfeito

Renato exalta atuação em vitória, mas prega cautela: "É pezinho no chão, não conquistamos nada ainda"

Técnico valorizou os três pontos conquistados contra o Fluminense, no Maracanã

Por: ZH Esportes
15/06/2017 - 23h37min | Atualizada em 15/06/2017 - 23h37min
Renato exalta atuação em vitória, mas prega cautela: "É pezinho no chão, não conquistamos nada ainda" Rodrigo Oliveira / Agência RBS/Agência RBS
Foto: Rodrigo Oliveira / Agência RBS / Agência RBS  

O técnico Renato Portaluppi exaltou a qualidade da atuação do Grêmio na vitória sobre o Fluminense. Para o treinador, a estratégia de esperar o Fluminense foi responsável por garantir o bom resultado no Maracanã. Confira o que disse Renato:

Avaliação
"Antes de mais nada, foi uma apresentação muito boa. Enfrentamos uma grande equipe e conseguimos os três pontos. Desde o inicio do jogo tentamos neutralizar o Fluminense e não dar espaço. Conseguimos, e sabíamos que iriamos ter espaço com o passar do tempo. Achamos um gol de bola parada, que também vale. Conversamos no intervalo, que teríamos mais espaço. Eles iriam se lançar. Por isso guardei o Everton e o Fernandinho, eles tentariam o sufoco e nos dariam espaço. Deu certo, conseguimos achar o segundo gol em uma falta também. Se tivéssemos mais tranquilidade em algumas conclusões, teríamos feito o terceiro".

Leia mais
Cotação ZH: saiba quais foram os destaques do Grêmio na vitória sobre o Fluminense
Analistas argentinos destacam momento histórico do Godoy Cruz
Veja curiosidades e números sobre o Godoy Cruz, adversário do Grêmio nas oitavas da Libertadores

Campanha no Brasileirão
"O campeonato está começando, todas as equipes tentam tirar proveitos nestas rodadas para acumular gordura. É isso que nós e o Corinthians fazemos. O nosso segredo é o trabalho, tentamos nos impor onde jogamos. Nosso grupo é muito bom, amadureceu bastante. Sabem o que querem e vão atrás do objetivo. É pezinho no chão, não conquistamos nada ainda. Tem muita coisa pela frente. Nosso próximo jogo é contra o Cruzeiro, uma partida difícil. Temos que buscar os três pontos. Valorizamos a posse de bola e somos mortais quando o adversário dá espaços".

Posicionamento do meio
"Já falei com o Maicon e o Arthur. Conversei novamente no intervalo, mudamos os dois de posição. Isso é um assunto que terei com eles. Vamos buscar o melhor para o grupo e para o time. Jogar com os três no meio é diferente. Ganhamos tanto do Bahia quanto o Fluminense. Eu preciso respeitar o jogador quando ele não se sente bem em uma posição".

Gols de falta
"Foi um chute muito forte do Edílson, o goleiro deles não teve culpa. No segundo, talvez o Luan tenha tido um pouco de sorte. Por isso treinamos com os portões fechados. É importante ter cobrador de falta, diminuem as faltas dos adversários".

Evolução
"Tem muito que evoluir, uma equipe nunca chega ao máximo. Hoje vi alguns defeitos, mas é um papo com o grupo. Vamos corrigir com os vídeos. A cada partidas nos apresentamos melhor. Melhoramos muito em alguns itens, mas seguimos trabalhando e acertando com os vídeos. É humildade para trabalhar. Não é por vencer que está tudo certo. Vamos seguir trabalhando".

Bolaños atuará contra o Cruzeiro?
"Não. O grupo que vai para Belo Horizonte é o que está aqui. O Miller Bolaños disse que ainda não se sente bem fisicamente, então ele vai seguir em Porto Alegre treinando".

Terceira vitória sobre o Fluminense
"Isso é o que eu pensei durante a semana. Procurei armar uma armadilha. Falei que já tínhamos vencido duas vezes, que ele viriam com gana. Precisávamos ser inteligentes e valorizar a posse de bola. Essa foi nossa arma. Fizemos um gol de falta, e tivemos espaços e começamos a colocar os jogadores de velocidade. Não é de hoje, onde jogamos nós nos impomos. Somos uma equipe grande. Não adianta jogar de uma forma em casa e de outra fora, isso acaba acovardando. Eles estão bem treinados. Eu digo que eles têm liberdade de errar".

Grêmio melhor ataque como visitante
"Ao trabalho, muita gente falava que os atacante não faziam gols. Tivemos uma parada d dez dias após o Gauchão e treinamos bastante. A maior prova é essa, nem eu sabia disso. O Grêmio joga para ganhar, não nos acovardamos fora de casa. Independentemente de quem entra em campo, jogamos para frente". 

*ZHESPORTES

 
 
 
 
Zero Hora No jornal Zero Hora você encontra as últimas notícias sobre esportes, economia, política, moda, cultura, colunistas e mais.