Torcedor Gremista ZH

Caro Espinosa, ninguém é maior do que o Grêmio

O futebol nos permite criar semideuses (ou Deus, no caso de Renato), mas ninguém pode ser maior que a instituição

Por: Rodrigo Adams
11/08/2017 - 10h26min | Atualizada em 11/08/2017 - 12h59min
Caro Espinosa, ninguém é maior do que o Grêmio Lauro Alves/Agencia RBS
Ex-técnico gremista foi demitido do cargo de coordenador técnico nesta quinta-feira Foto: Lauro Alves / Agencia RBS  

Ninguém é maior do que o Grêmio. Nem mesmo Renato, Eurico Lara, Everaldo, eu, você. Nem mesmo o Valdir Espinosa, que nos deu o maior título da história: o de Campeão do Mundo, em 1983. 

O futebol nos permite criar semideuses (ou Deus, no caso de Renato), mas ninguém pode ser maior que a instituição. O maior patrimônio de um clube de futebol é a sua torcida. Vamos adiante.

Leia mais:
Odorico justifica demissão de Espinosa: "Estava insatisfeito no cargo"
Demissão de Espinosa repercute nas redes sociais, e torcedores criticam direção do Grêmio
Treino do Grêmio é marcado por demissão e desabafo de Valdir Espinosa

Espinosa foi demitido em meio ao melhor momento do Grêmio nos últimos anos, talvez décadas. Isso gerou um medo na torcida, que se travestiu de insatisfação pela atitude tomada pela direção. Aos mais imediatistas, calma. Nada vai mudar. O Grêmio seguirá com vestiário blindado e focado em novas conquistas.

Espinosa é ídolo. Poderia ter tratamento diferente? Poderia. Mas ele soube da notícia e foi aos microfones. Desabou em um choro, dizendo estar preocupado com o clube e com a torcida. Desculpa, Espina. Na minha opinião, você pareceu preocupado com a sua própria figura.

Levo como ato de insubordinação o que o próprio Espinosa relatou na entrevista, quando disse se negar a ver jogo da base. Justo num momento em que o Grêmio tenta criar na base a mesma cultura de futebol do profissional. Caro Espinosa, tua história jamais será maculada. Ela é perpetuada na própria história do Grêmio. Mas ontem, na minha opinião, o amigo errou. Se realmente estava preocupado com o clube, não deverias ter ido aos microfones.

Aos que estão preocupados com o caminho do Grêmio daqui por diante, respondam nos comentários: o que de fato o trabalho do Espinosa repercutia no atual momento do Grêmio? (Sejam educados e maduros.)

Meus irmãos tricolores, que tanto lamentaram ontem, acusando direção, questionando o futuro imediato do Grêmio, mais uma vez: calma. Não sejam manipulados justamente por quem condenam.

O Grêmio vai seguir firme e forte em busca de novas conquistas. E o Valdir Espinosa, eterno Campeão do Mundo, em nossos corações.

*ZH Esportes


cms -->
 
 
 
 
Zero Hora No jornal Zero Hora você encontra as últimas notícias sobre esportes, economia, política, moda, cultura, colunistas e mais.