Peñarol veio a Porto Alegre sem time definido, diz jornal

Martinuccio, de boa atuação na ida, pode aparecer no meio ou no ataque

03/05/2011 | 07h47
Peñarol veio a Porto Alegre sem time definido, diz jornal Reprodução, ovaciondigital.com.uy /
Segundo o Ovación, treino atrapalhou a chuva Foto: Reprodução, ovaciondigital.com.uy

Não foi apenas em Porto Alegre que a segunda-feira foi chuvosa. O site do jornal uruguaio Ovación destaca na manhã desta terça que, devido ao mau tempo em Montevidéu, o Peñarol não pôde fazer um treino coletivo, e chegou a Porto Alegre sem o time definido para o jogo com o Inter, marcado para as 19h30min (horário de Brasília) desta quarta na volta pelas oitavas de final da Copa Libertadores.

"Se antes de partir até Porto Alegre, o técnico Diego Aguirre tinha intenção de testar em campo a portas fechadas a equipe para o jogo de amanhã, a chuva a afogou. O Peñarol treinou no campo alternativo de Los Aromos, enfatizando especialmente o trabalho de retenção de bola, de controle. Da equipe, sem pistas", diz o jornal.

O jornal destaca que as dúvidas são no meio-campo e no ataque. A reportagem ainda destaca que um dos principais jogadores da equipe no empate em 1 a 1, o meia-atacante Alejandro Martinuccio, não está confirmado, mas "tem um pé" no time. Ele pode aparecer no meio-campo ou no ataque.

"Não se sabe, ao menos de Los Aromos para fora, se (ele jogará) como meia pela esquerda ou atacante, posto em que se sente melhor e foi destaque nas últimas partidas", diz o texto.

No ataque, Martinuccio é opção para suprir a ausência de Jonathan Urretaviscaya, que, apesar de ter ido a Porto Alegre, não poderá jogar, pois ainda não se recuperou da ruptura muscular sofrida no dia 12, durante a derrota em casa por 1 a 0 para o Independiente, ainda pela fase de grupos.

Já o La Republica garante que Martinuccio vai compor o setor ofensivo ao lado de Juan Manuel Olivera. Já o meio-campo, diz o jornal, será formado por Mathías Corujo, Nicolás Freitas, Luis Aguiar e Matías Mier.

"Com muita precaução defensiva, igualmente a intenção do Peñarol é surpreender como visitante porque está obrigado a converter um gol para aumentar sua possibilidade de classificação", diz o diário.

O Ovación publica ainda uma entrevista com o volante colorado Mario Bolatti. O jogador lembra o gol que marcou pela seleção argentina diante do Uruguai, no Centenário, e alerta:

— Apesar de na Copa (Libertadores) se joga muito com o gol de visitante, o 1 a 1, que conseguimos em Montevidéu não é um resultado que nos permite relaxar. Sabemos que teremos pela frente um rival difícil, com muita história, que está acostumado a batalhas como esta e nunca deve se dar por morto.


 

Notícias Relacionadas

02/05/2011 | 19h38

Restam apenas ingressos para Área VIP para Inter x Peñarol

Sócio paga R$ 120 e torcedor comum R$ 200

02/05/2011 | 17h20

Maior e mais forte, Oscar garante estar pronto para “apanhar”

Meia acredita que sofra muitas faltas pelo seu estilo de jogo

02/05/2011 | 16h40

Sob chuva e frio, grupo do Inter inicia a preparação para encarar o Peñarol

Enquanto titulares realizaram treino regenerativo, reservas fizeram trabalho técnico

02/05/2011 | 15h45

Renan diz estar "forte psicologicamente" para superar problemas

Goleiro teve temporada ruim e perdeu a mãe em acidente

02/05/2011 | 08h04

"Inter está cansado, mas muito feliz", diz jornal uruguaio

Imprensa de Montevidéu destaca conquista local do rival do Peñarol pela Copa Libertadores

02/05/2011 | 07h10

Leandro Damião pede à torcida para fazer a mesma festa contra o Peñarol

Centroavante continuou jogando após sofrer lesão no ombro

 
Zero Hora No jornal Zero Hora você encontra as últimas notícias sobre esportes, economia, política, moda, cultura, colunistas e mais.