Libertadores

"Estamos preparados para uma decisão", diz Guiñazu sobre jogo contra o Flu

Volante colorado afirma que grupo precisa estar focado: "Nada de aplausos ou sorrisos", reiterou, em relação a Abel e ex-companheiros

24/04/2012 | 10h13
"Estamos preparados para uma decisão", diz Guiñazu sobre jogo contra o Flu Guilherme Becker/AgênciaRBS
Guiñazu: elogios a Dátolo e a Deco, e lamento pela ausência de D'Alessandro Foto: Guilherme Becker / AgênciaRBS

O melhor contra o pior. Pelo menos teoricamente — e também na prática, se forem levadas em conta as campanhas da primeira fase —, o Inter entra no mata-mata como o último entre os grandes. E o Fluminense, em primeiro. Depois de uma campanha de altos e baixos no Grupo 1, o time comandado por Dorival Júnior conseguiu uma classificação suada, com certo susto. Por isso, irá encarar o Fluminense de Abel Braga com a partida de volta no Rio, dia 10 de maio.

Nesta quarta, a partir das 21h50min, o Beira-Rio lotado de vermelho, branco e gargantas vorazes terá a missão de apoiar e, ao mesmo tempo, intimidar o tricolor dos velhos conhecidos Sobis e Edinho, e dos perigosos Deco e Fred. Para Guiñazu, o sentimento pré-jogo se resume a um embate que, para ele, tem tudo para ser uma partida protagonizada por dois grandes times. Melhor: é decisão. Mais: disse, nessa segunda, que o sentimento de carinho pelos ex-colorados existe, mas não depois que o jogo começa.

— Eu acho que nós, jogadores, não temos que misturar isso. Agora, se perguntarmos para o torcedor, cada um tem a sua resposta e o seu sentimento. Nós estamos preparados para jogar uma decisão. Aí não tem aplauso, sorriso, nada. Apenas um abraço nos ex-colegas, como sempre. Nada pode tirar o foco do nosso grupo. Acho que isso serve para o torcedor. Não nos preocupamos com isso — declarou.

Guiñazu deve formar o meio do Inter com Sandro Silva, Tinga e Dátolo nesta quarta. Comentou que considera Deco um jogador "pensante" e que organiza as jogadas do Fluminense. Reforçou, no entanto, que a preocupação colorada é com todo o grupo adversário. Lamentou a ausência de D'Alessandro e falou que os colegas estão apoiando-o, conscientes de que os médicos trabalham para que ele retorne o mais rápido possível. Ainda, elogiou Dátolo.

— Marca gols em quase todos jogos. Tem sido muito importante. O grupo dá sustento para ele. Ele parece se sentir bem, motivado. O grupo é maravilhoso e ele percebe isso. Ele vê que o grupo quer ajudá-lo e ele quer ajudar o grupo. Tomara que queira continuar crescendo, com essa atitude. Ficamos felizes por isso. Podem ter certeza de que ele tem muito mais para oferecer — finalizou.



Confira um lista com os bares para assistir a Inter x Fluminense
A partida será transmitida pela RBS TV

 
Zero Hora No jornal Zero Hora você encontra as últimas notícias sobre esportes, economia, política, moda, cultura, colunistas e mais.
Imprimir