Panos quentes

Fernandão contorna e vê lado positivo em divergência: "Foi benéfico naquele momento, todos se mexeram"

Diretor executivo, porém, não descartou uma punição ao lateral-esquerdo Fabrício, que discutiu com Dorival Júnior

26/05/2012 | 22h51
Fernandão contorna e vê lado positivo em divergência: "Foi benéfico naquele momento, todos se mexeram" Alexandre Lops/Inter,Divulgação
Equipe buscou o empate no segundo tempo de jogo Foto: Alexandre Lops / Inter,Divulgação

O Inter já tratou de dar a discussão entre o técnico Dorival Júnior e o lateral-esquerdo Fabrício como encerrada. Depois de já estar no ônibus que deixaria o Engenhão, o diretor executivo retornou para dar entrevistas e colocar um ponto final no caso. Apesar de contornar a situação, porém, o dirigente não descartou uma punição ao atleta.

Ex-capitão, o ídolo do Inter olhou para o lado bom da questão. Segundo ele, a indignação que o camisa 14 apresentou é válida, e pode ter motivado a equipe a buscar o empate em 3 a 3 com o Flamengo.

— Ninguém aqui é santo, foi o que o Fabrício fez, levantou a mão. Mas o respeito sempre vai existir. Lá dentro precisa existir. Foi o que foi falado no vestiário. Isso acontece, e é bom às vezes, para ver o poder de indignação no grupo. Às vezes passa por uma briga buscar o resultado. Foi benéfico naquele momento, todos se mexeram. Houve cobrança, depois falei dentro do vestiário, elogiei e cobrei também. Agora, isso acontece. Não é a primeira e não será a última. Entramos e acabou. Vida que segue — contornou Fernandão.

Fabrício não está totalmente livre de uma punição. O dirigente garantiu que teve uma conversa em alto tom no vestiário, onde tanto elogios quanto cobranças foram feitas ao grupo colorado. Citou algumas vezes a palavra hierarquia em sua entrevista.

— A gente resolve as coisas dentro do vestiário. Conversamos antes e, se existir algum tipo de punição, comunicamos depois para a imprensa. A questão, dentro do vestiário, está resolvida. Não teve nada demais, isso acontece. Coisa normal de uma equipe que quer vencer — destacou o dirigente.

O Inter já retorna para Porto Alegre na noite deste domingo. Os jogadores ganham a segunda-feira de folga, e se reapresentam na terça, para um período de pouco menos de 10 dias de treinos.


Relembre todos os lances da partida no Blog Dupla ao Vivo

FICHA TÉCNICA - BRASILEIRÃO - 1ª RODADA

FLAMENGO - 3
Paulo Victor, Léo Moura, Welinton, González e Magal; Aírton (Amaral 27'/2ºT), Luiz Antonio (Renato Abreu 31'/2ºT), Kleberson e Ibson; Ronaldinho Gaúcho (Deivid 31'/2ºT) e Vagner Love.
Técnico: Joel Santana.

INTER - 3
Muriel, Nei, Rodrigo Moledo, Índio e Fabricio; Elton, Guiñazu, Josimar (Maurides intervalo) e Dátolo; Gilberto (Marcos Aurélio 16'/2ºT) e Dagoberto (Bollati 45'/2ºT).
Técnico: Dorival Junior.

Gols: Airton 8'/1ºT (1-0), Ronaldinho Gaúcho 16'/1ºT (2-0), Gilberto 33'/1ºT (2-1), Vagner Love 3'/2ºT (3-1), Fabricio 21'/2ºT (3-2) e Dátolo 24'/2ºT (3-3)

Arbitragem: André Luiz de Freitas Castro (GO), auxiliado por Fábio Pereira (TO) e Jesmar Benedito Miranda de Paula (GO)

Cartões amarelos: Vagner Love, Airton e Kleberson (FLA) e Elton, Dátolo e Guiñazu (INT)

Renda/público: R$ 391.125,00 / 14.238 pagantes

Estádio: Engenhão, no Rio de Janeiro (RJ)


VEJA TAMBÉM

     
 
Zero Hora No jornal Zero Hora você encontra as últimas notícias sobre esportes, economia, política, moda, cultura, colunistas e mais.