Com goleada

Na estreia de Fernandão como técnico, Inter faz 4 a 1 no Atlético-GO

Vitória deixa o Inter com 19 pontos; na quarta, equipe encara o Figueirense, em Florianópolis

Por: Carlos Guilherme Ferreira
22/07/2012 - 17h51min
Na estreia de Fernandão como técnico, Inter faz 4 a 1 no Atlético-GO Ricardo Duarte/Agencia RBS
Dagoberto marcou o segundo gol do Inter, a um minuto da etapa complementar Foto: Ricardo Duarte / Agencia RBS  

Na estreia de Fernandão como técnico, o Inter voltou a vencer no Brasileirão. Neste domingo, no Beira-Rio, o time aplicou 4 a 1 no Atlético-GO e, se ainda não entrou no G-4, pelo menos manteve em nove pontos a distância para o líder Atlético-MG. Tem 19, contra 28 dos mineiros.

Jogar contra o lanterna, porém, não significou tranquilidade. Pelo contrário: apesar do gol de Elton, marcado aos 19 minutos do primeiro tempo, o Inter passou trabalho e levou o empate ainda antes do intervalo, com Reniê, aproveitando falha da defesa em escanteio, aos 29.

GALERIA: Confira imagens da vitória colorada por 4 a 1, neste domingo

Foi uma primeira etapa de poucas oportunidades, com destaque justamente para o raro lance de categoria de Elton — o volante dominou no peito lançamento de Dagoberto e tocou com estilo para fazer o gol, no canto direito do goleiro Márcio.

Mas as coisas melhoraram muito para os colorados no segundo tempo. Fernandão decidiu abrir o time e voltou com o meia-atacante Otávio no lugar do discreto lateral-direito Edson Ratinho. Deslocou Elton para a posição.

Bastou um minuto para sair o gol. Desta vez, em jogada puxada por Jajá, pelo meio. Ele viu Fabrício avançado pela esquerda e tocou para o lateral cruzar à meia altura. Dagoberto, atento, conseguiu a antecipação ao goleiro Márcio e fez 2 a 1.

O gol não impediu o Inter de seguir acuando o Atlético-GO. Elton, de boa atuação, só não marcou seu segundo gol na tarde porque parou nas mãos de Márcio, aos 10. Mas o goleiro ficou sem ação três minutos mais tarde, quando outra promessa — Fred — roubou a bola ainda na defesa, correu o campo inteiro sem marcação e apenas rolou para Jajá, que entrava pela esquerda, chutar com tranquilidade.

Na comemoração do 3 a 1, a surpresa ficou por conta de Jajá e de Fabrício, que colocaram bonés de abas retas e ensaiaram uma animada dança.

Com a vantagem de dois gols, aí sim o Inter amaciou o ritmo e passou a esperar o Atlético-GO, agora mais aberto. Verdade que também contou com a incompetência do adversário, já que Danilinho recebeu toque de calcanhar e, livre diante de Muriel, não soube acertar o gol.

Foi o contrário do que aconteceu com Fred. Depois da assistência para o gol de Jajá, ele mesmo resolveu marcar, aos 30. E com categoria, ao partir com a bola dominada da intermediária e invadir a área para chutar no canto, de perna esquerda. Foi o segundo gol de Fred no campeonato — ele já havia marcado em Minas, na derrota para o Atlético-MG.

O quarto gol e a certeza da vitória bastaram para os 10 mil torcedores presentes ao Beira-Rio reeditarem um coro antigo, agora em homenagem ao novo técnico:

— Uh, Fernandão! Uh, Fernadão!


FICHA TÉCNICA

BRASILEIRÃO — 11ª RODADA — 22/7/2012

INTER - 4
Muriel; Edson Ratinho (Otávio), Bolívar, Índio e Fabrício; Ygor, Elton, Guiñazu e Fred; Jajá (Marcos Aurélio) e Dagoberto (Maurídes). Técnico: Fernandão.

ATLÉTICO-GO - 1
Marcio, Rafael Cruz, Gilson, Reniê e Eron; Marino, Ernandes, Joílson e Bida (Danilo); Wesley (Vanderlei) e Felipe. Técnico: Jairo Araújo (interino).

GOLS: Elton (Inter, 19'/1ºT); Reniê (Atlético-GO, 29/1ºT); Dagoberto (Inter, 1'/2ºT), Jajá (12'/2ºT) e Fred (30'/2ºT).

Local: Estádio Beira-Rio, em Porto Alegre.

Arbitragem: Paulo Henrique Godoy Bezerra (SC), auxiliado por Dibert Pedrosa Moisés (RJ) e Helton Nunes (SC).

Cartões amarelos: Guiñazu e Índio (Inter); Joílson e Bida (Atlético-GO)

Cartões vermelhos: -



 
 
 
 
Zero Hora No jornal Zero Hora você encontra as últimas notícias sobre esportes, economia, política, moda, cultura, colunistas e mais.