A seis pontos do líder

Sem D'Alessandro, Oscar e Damião, Inter empata contra o Santos no Beira-Rio

Partida no Beira-Rio teve pouca movimentação e acabou em 0 a 0. Garotos de Dorival Júnior pouco fizeram contra o time de Muricy

15/07/2012 | 17h58
Sem D'Alessandro, Oscar e Damião, Inter empata contra o Santos no Beira-Rio Mauro Vieira/Agencia RBS
Sem os seus principais jogadores, pouco sobrou para o Inter de Lucas Limas contra o Santos na gelada tarde de domingo no Beira-Rio Foto: Mauro Vieira / Agencia RBS

E lá vai o Inter, perdendo pontos em casa no Brasileirão. O 0 a 0 com o Santos foi mais uma prova desse desperdício. Com um futebol pobre, o time de Dorival Júnior não conseguiu impor-se. de positivo, as atuações de Mike, Lucas Lima e Otávio.

GALERIA: veja as fotos da partida deste domingo no Beira-Rio

Sem os seus principais jogadores, pouco sobrou de Inter e Santos na gelada tarde de domingo no Beira-Rio. Com a partida muito disputada no meio-campo, as poucas jogadas de ataque ocorreram através de lances individuais. Apesar do pouco entrosamento com os titulares, Mike bem que tentou assumir as ações. Tanto que a grande chance de gol do Inter no primeiro tempo nasceu de uma tabela sua com Dagoberto. Mike acabou batendo na saída de Aranha, que fez boa defesa.

Demonstrando personalidade, o atacante de 19 anos, posicionado um pouco mais atrás por Dorival Júnior, Mike construiu uma segunda boa chance de gol, quando lançou Jajá, que driblou Aranha, mas acabou perdendo-se no lance e não conseguiu chutar a gol. O estreante Lucas Lima, 22 anos, contratado 40 dias atrás à Inter, de Limeira, mostrou-se acanhado no primeiro tempo, sem conseguir produzir bem para o ataque.

O Santos, que desmanchou parte do time após a Libertadores, ainda perdeu Neymar para a Seleção olímpica, e Paulo Henrique Ganso anunciou que não atuará mais pelo clube — e deverá parar no Inter —, Felipe Anderson surge como a nova boa promessa da equipe. Junto com Arouca, perturbou a defesa do Inter. Já o estreante Miralles justificava a sua saída do Olímpico.

No segundo tempo, Dorival mandou Maurídes a campo, no lugar do sonolento Jajá. Logo a dois minutos, Juan derrubou Lucas Lima e foi expulso, devido ao segundo amarelo. Mesmo com um a mais em campo, o Inter teve dificuldades para impor-se sobre o adversário. Além de não conseguir pressionar o Santos, o Inter por pouco não sofreu o gol, aos 20 minutos. Felipe Anderson bateu na saída de Muriel e Bolívar salvou a bola quase sobre a linha.

O Inter parecia nervoso com o 0 a 0. Aos 23 minutos, Henrique desviou de cabeça, Muriel espalmou e a bola ainda acetou o travessão antes de sair. Nas arquibancadas, gritos de "burro" para Dorival. A equipe só reagiu quando João Paulo e Otávio foram a campo. Com a garotada, enfim, o Inter conseguiu impor-se em casa. Otávio, Maurídes e Guiñazu tiveram chances de marcar. Com os guris, o Inter reagiu, mas não o suficiente para vencer. Perdeu uma ótima chance de ganhar em casa. Uma vez mais.

Brasileirão — 9ª rodada — 15/7/2012

INTER (0)

Muriel; Nei, Bolívar, Índio e Fabrício; Elton (João Paulo, 22'/2º), Guiñazu, Lucas Lima, Mike (Otávio, 28'/2º) e Jajá (Maurídes, int.); Dagoberto. Técnico: Dorival Júnior

SANTOS (0)

Aranha; Bruno Peres, Bruno Rodrigo, Durval e Juan; Adriano, Arouca, Henrique e Felipe Anderson; Miralles (João Pedro, 28'/2º) e Dimba (Gérson Magrão, 2'/2º). Técnico: Muricy Ramalho

Cartões amarelos: Guiñazu, Dagoberto, Fabrício, Bolívar e Nei (I); Juan, João Pedro e Gérson Magrão (S).

Cartão vermelho: Juan (S).

Renda: R$ 238.220.

Público: 14.044 (com 11.791 pagantes).

Arbitragem: Wagner do Nascimento Magalhães (RJ), auxiliado por Fabrício Vilarinho da Silva (Fifa/GO) e Rodrigo Henrique Corrêa (RJ).

Local: Estádio Beira-Rio.

 
Zero Hora No jornal Zero Hora você encontra as últimas notícias sobre esportes, economia, política, moda, cultura, colunistas e mais.