De lotar aeroporto

Uruguaio Diego Forlán é anunciado oficialmente como novo reforço do Inter

Melhor jogador da Copa do Mundo 2010 será o quinto estrangeiro no grupo colorado

06/07/2012 | 10h40
Uruguaio Diego Forlán é anunciado oficialmente como novo reforço do Inter Divulgação, Inter/
Aos 33 anos de idade, uruguaio Forlán troca a Inter pelo Inter Foto: Divulgação, Inter

Agora é oficial. O melhor jogador da Copa do Mundo 2010 é o mais novo reforço do Inter. O uruguaio Diego Forlán foi anunciado oficialmente pelo clube através do site oficial na manhã desta sexta-feira.

Aos 33 anos de idade, o meia-atacante charrua deixa a Inter de Milão para se tornar o quinto estrangeiro do grupo colorado, que já conta com os argentinos D'Alessandro, Dátolo, Guiñazu e Bolatti.

Forlán assinou contrato com o Inter até julho de 2015. O jogador desembarcará em Porto Alegre neste sábado, às 14h43min, no aeroporto Salgado Filho, e será apresentado no mesmo dia no Beira-Rio.

A trajetória do novo ídolo colorado

Forlán iniciou sua carreira nas categorias de base dos uruguaios Peñarol e Danubio. Ainda como juvenil, aos 17 anos, se transferiu para o Independiente. No clube argentino, se profissionalizou e virou ídolo da torcida. Seguiu os passos de Juan Carlos Corazzo, seu avô, que fez sucesso em Avellaneda na década de 1930.

Em 2002, foi contratado pelo Manchester United a pedido de Sir. Alex Ferguson. Após um começo irregular no clube inglês, participou das campanhas vitoriosas na Premier League 2002-2003 e na Copa da Inglaterra 2003-2004. Mas não foi decisivo e amargou a reserva em boa parte de sua passagem pelo Old Trafford.

Em agosto de 2004, Forlán foi vendido ao seu primeiro clube espanhol: o Villarreal. Atuando como titular no "submarino amarelo", se destacou na temporada 2004-2005, quando dividiu a Chuteira de Ouro da UEFA com o francês Thierry Henry - prêmio dado ao maior artilheiro das ligas europeias. Foi um dos principais goleadores na história do clube na Liga Espanhola, com 54 gols marcados.

Mas foi no Atlético de Madrid que Forlán viveu seu principal momento da carreira. Foi contratado em junho de 2007 para substituir Fernando Torres, vendido ao Liverpool, e logo se tornou uma das referências da equipe ao lado do argentino Agüero. Na temporada 2008-2009, marcou 35 gols em 45 jogos e recebeu outra Chuteira de Ouro - desta vez, de forma isolada. Em 2010, foi decisivo na conquista do título da Liga Europa, ao marcar os dois gols da vitória sobre o Fullham na decisão.

Em agosto de 2011, foi anunciado como novo reforço da Inter de Milão. Mas sua passagem pela Itália não foi positiva. Contratado para o lugar de Samuel Eto'o, herdou a camisa 9, mas sofreu demais com as lesões. Disputou 18 partidas e marcou apenas dois gols. Ao contrario de sua passagem por Madrid, não foi decisivo em Milão e sofreu com as trocas de treinadores na equipe "nerazzurri".


Protagonismo na seleção uruguaia

Diego Forlán se consolidou como um dos principais nomes na história da seleção uruguaia. Disputou a Copa 2002 com a Celeste. Mas a consagração viria somente oito anos mais tarde.

Na Copa 2010, na África do Sul, liderou o Uruguai até as semifinais do torneio - posição que a seleção não alcançava desde 1970. Além disso, marcou 5 gols  e foi artilheiro da competição ao lado de Villa, Müller e Sneijder. Se não bastasse, foi eleito o Bola de Ouro do mundial e tornou-se o quarto jogador sul-americano a receber o prêmio, ao lado de Maradona (1986), Romário (1994) e Ronaldo (1998).

Seu principal título conquistado com a camisa da Celeste foi a Copa América 2011. Foi destaque na campanha do Uruguai rumo ao título. Desequilibrou na final  e marcou dois gols no 3 a 0 sobre o Paraguai. Igualou o feito do pai Pablo e do avô Juan Carlos, que também conquistaram o torneio defendendo a seleção.




VEJA TAMBÉM

     
 
Zero Hora No jornal Zero Hora você encontra as últimas notícias sobre esportes, economia, política, moda, cultura, colunistas e mais.