Laterais em alta

Contra o Juventude, Winck, Gilberto e Fabrício buscam manter média de gols

Inter pega o time de Caxias do Sul nesta terça-feira no Estádio do Vale, em Novo Hamburgo

18/02/2014 | 09h45
Contra o Juventude, Winck, Gilberto e Fabrício buscam manter média de gols Montagem sobre fotos de Alexandre Lops/Inter, Carlos Macedo/Agência RBS e Mauro Vieira/Agência RBS/
Foto: Montagem sobre fotos de Alexandre Lops/Inter, Carlos Macedo/Agência RBS e Mauro Vieira/Agência RBS

Está nas laterais do campo a principal arma do Inter na temporada de 2014. Os gols marcados por Claudio Winck, Fabrício e o recém-contratado Gilberto contrastam com o tradicional dever da posição — servir os atacantes — e surgem como diferencial de Abel Braga para encarar o Juventude, hoje, a partir das 21h.

Desde o início do Gauchão, foram sete gols de jogadores que atuam pelo lado do campo. Quatro de Fabrício, dois de Winck e um de Gilberto — o sobrinho de Luis Carlos Winck ainda anotou dois na derrota do Inter sub-23 para o Pelotas, na Recopa Gaúcha. O time colorado segue o padrão preferido de Abel: as triangulações acabam em lançamentos para as laterais e, em sua maioria, têm a finalização dos centroavantes após um cruzamento. Contudo, não foram raras as vezes em que Winck, Fabrício e Gilberto apareceram como elemento-surpresa nesta que é a sexta Era Abel Braga.

Claudio Winck não costuma entrar na área como finalizador, mas tem como diferenciais o drible fácil para dentro do campo e o bom arremate de fora da área. Gilberto, na oportunidade em que marcou, estava na linha da pequena área para escorar, de cabeça, um cruzamento de Fabrício. Já o camisa 6 é a grande surpresa de 2014. Desde que passou a receber oportunidade no Inter, com Dorival Júnior no comando do vestiário, Fabrício tem feito gols — foram três em 2011, quatro na temporada seguinte e apenas um no conturbado 2013 do Inter. Este ano, três partidas e quatro gols. Um deles no clássico Gre-Nal e outros dois na partida do último sábado. O primeiro, histórico, marcou a reabertura do Beira-Rio.

— Jogador tem que ter confiança. Difícil ficar com a corda no pescoço. Este ano, começando a jogar com a camisa 6, fico com mais confiança para manter a titularidade. O Abel gosta de jogar para frente. É isso que a gente faz. A gente sempre empurra — disse Fabrício após a partida histórica contra o Caxias.


Claudio Winck*
6 jogos
2 gols
*Marcou outros dois na Recopa Gaúcha

Fabrício
3 jogos
4 gols

Gilberto
2 jogos
1 gol

GAUCHÃO - 9ª RODADA - 18/2/2014

INTER: Muriel; Claudio Winck, Paulão, Juan (Ernando) e Fabrício; Willians, Aránguiz, Alan Patrick (Alex), D'Alessandro e Jorge Henrique; Rafael Moura. Técnico: Abel Braga

JUVENTUDE: Fernando; Alexander Robinson (Rodrigo Heffner), Rafael Pereira, Diogo e Julinho; Mika, Jardel, Diogo Oliveira e Rogerinho; Douglas e Zulu. Técnico: Geraldo Delamore.

21h

Arbitragem: Diego Real, auxiliado por José Eduardo Calza e Sedenir Martins.

Local: Estádio do Vale, em Novo Hamburgo

O jogo no ar: O Premiere transmite o jogo ao vivo. A Rádio Gaúcha abre a jornada às 20h10min. Acompanhe o minuto a minuto através do www.zerohora.com.br/jogoaovivo

VEJA TAMBÉM

     
Zero Hora No jornal Zero Hora você encontra as últimas notícias sobre esportes, economia, política, moda, cultura, colunistas e mais.