Sob análise

Contra time de melhor campanha do Interior, titulares do Inter tentam manter bom desempenho

Equipe de Abel Braga encara o Brasil-Pel, às 22h desta quarta, no Estádio Beira-Rio

26/02/2014 | 06h08
Contra time de melhor campanha do Interior, titulares do Inter tentam manter bom desempenho RONALDO BERNARDI/Agencia RBS
Foto: RONALDO BERNARDI / Agencia RBS

É contra o Brasil-Pel, o melhor time do interior neste Gauchão, que o time titular do Inter chega à quinta partida neste estadual em busca da afirmação e manutenção da invencibilidade na temporada. Ao todo, em quatro oportunidades, foram três vitórias, contra Cruzeiro, Caxias e Juventude, além de um empate contra o Grêmio no único clássico Gre-Nal de 2014. A partida válida pela 11ª rodada do Gauchão marca, ainda, o segundo evento-teste do novo Beira-Rio, palco de cinco jogos da Copa do Mundo. Zero Hora analisa a performance dos titulares da sexta Era Abel Braga.

O que melhorou:

Destaque pela direita
A chegada de Gilberto deu velocidade e qualidade no cruzamento pelo lado direito do Inter. Jogando ao lado de D'Alessandro, o ex-lateral do Botafogo tem sido destaque nos jogos em que atuou.

Uma dupla para Juan
O contestado e ex-gremista Paulão é a dupla que Juan precisava desde que Rodrigo Moledo deixou o clube para atuar no ucraniano Metalist. É zagueiro espanador. Abre mão do jogo bonito em prol da objetividade.

Um novo Rafael Moura
Aos poucos, Abel Braga faz ressurgir Rafael Moura. O artilheiro do Inter no Estadual, com quatro gols, vive um curto - mas efetivo - bom momento no clube, ao ponto de a torcida colorada propor uma trégua ao camisa 11.

O que segue na mesma:

Olha a bola aérea!
Principal problema de Dunga e de Clemer em 2013, as bolas aérea e parada são problema, igualmente, do Inter de Abel. Contra o Cruzeiro, o gol de Reinaldo surgiu de uma cobrança de escanteio, à esquerda, na primeira trave. Já Zulu marcou para o Juventude, livre de marcação, também após um escanteio - desta vez pela direita.

Tudo com D'Ale
Aránguiz trouxe mobilidade e raça ao meio-campo, mas as principais jogadas são originadas pelos pés de D'Alessandro. Alex e Jorge Henrique ainda não conseguiram acabar com a D'Aledependência e podem até perder lugar no time de Abel.

O que precisa melhorar:

Pedindo passagem
Abel Braga precisará encontrar um lugar para Otávio atuar entre os titulares. Sem o garoto - que perdeu a ascensão e a boa fase do ano passado por figurar no banco - o time perde velocidade na transição entre a defesa e o ataque.

Proteção à zaga
Como Edinho foi vetado pela direção e acabou no Grêmio, Abel busca em Willians o seu novo volante estacionado em frente à zaga. Como vai à frente costumeiramente, o camisa 8 ainda não cumpre a função.

Sombra para o ataque
Assim como Rafael Moura deveria ser uma sombra para Leandro Damião a fim de estimular a concorrência no ataque do Inter, Wellington Paulista foi contratado para ser o rival do camisa 11 na disputa por uma vaga entre os titulares. Pelas atuações e gols marcados, Moura está bastante tranquilo em relação ao companheiro.

GAUCHÃO - 11ª RODADA - 26/2/2014

INTER: Dida; Gilberto, Paulão, Ernando, Fabrício; Willian, Aránguiz, Alex, D'Alessandro, Jorge Henrique; Rafael Moura. Técnico: Abel Braga

BRASIL-PEL: Luiz Müller; Wender, Evaldo, Fernando Cardozo, Edu Silva; Leandro Leite, Washington, Márcio Hahn, Cleiton; Alex Amado, Nena. Técnico: Rogério Zimmermann

22h
Local: Beira-Rio, Porto Alegre
Arbitragem: Márcio Chagas da Silva, auxiliado por Carlos Selbach e Tatiana Jacques de Freitas
O jogo no ar: A Rádio Gaúcha abre jornada às 21h. O Premiere transmite ao vivo. consulte a sua operadora para saber o canal. Acompanhe o minuto a minuto em www.zerohora.com/jogoaovivo.

Zero Hora No jornal Zero Hora você encontra as últimas notícias sobre esportes, economia, política, moda, cultura, colunistas e mais.