Sem dificuldades

Em jogo antecipado e com apenas dois titulares, Inter vence Esportivo por 3 a 0

Cláudio Winck, Wellington Paulista e Alan Patrick marcaram os gols do time de Abel Braga

28/02/2014 | 21h19
Em jogo antecipado e com apenas dois titulares, Inter vence Esportivo por 3 a 0 Bruno Alencastro/ Agência RBS/
Foto: Bruno Alencastro/ Agência RBS

Mesmo com o time reserva, reforçado pelos titulares Alex e Paulão, o Inter não encontrou dificuldades para bater o cansado Esportivo por 3 a 0, no Estádio do Vale. Claudio Winck, Wellington Paulista e Alan Patrick marcaram os gols.

O Inter voltará a campo somente depois do Carnaval, na quarta-feira, para enfrentar o São José, uma vez mais no Vale.

Apesar do desgaste das duas equipes, que haviam jogado na quarta-feira pelo Estadual, a partida em Novo Hamburgo começou com ataques de lado a lado. Logo a dois minutos, Paulão recuou enforcado para Muriel, que saiu jogando entre três adversários. Na sequência, o Inter teve duas boas chances de gol, ambas com Alan Patrick. Primeiro, ele bateu cruzado, ao lado do gol. Depois, cobrou falta e Vinícius fez boa defesa.

Abel Braga exigiu que o Inter tentasse resolver a partida ainda no primeiro tempo. O jogo ficou aberto e, para cada ataque colorado, ocorria um contra-ataque _ com o meio-campo do Inter aberto. E o esforço do Inter foi compensado aos 16 minutos. Alex cobrou uma falta lateral e mandou a bola na cabeça de Winck, que desviou para o gol sem chances para Vinícius.

O 1 a 0 fez com que o Inter ganhasse mais espaço em campo, uma vez que o Esportivo tentou reagir. E, aos poucos, pareceu cansar. Muito. Até porque, ao contrário do Inter, não tem 22 jogadores em condições de revezar o time de um jogo para o outro. Aos 40, Alex bateu cruzado, o goleiro espalmou e Wellington Paulista empurrou para o gol: 2 a 0. O intervalo soou como um gongo no ringue para o Esportivo, que passou a ser bombardeado pelo Inter.

No segundo tempo, o Esportivo bem que tentou se reenergizar e buscar ao menos gol de honra enquanto teve fôlego. Sem sucesso. Sem D'Alessandro, poupado, Alex foi o dono do meio-campo. Em busca de reafirmação no clube, tentou fazer um gol de qualquer maneira. Cobrou três faltas, todas próximas ao gol. Aos 25, o concorrente direto na briga por vaga no time com Alex, Alan Patrick, transformou a vitória em goleada, ao chutar de fora da área e marcar o 3 a 0. Foi o primeiro gol de Alan Patrick pelo Inter. O adversário já estava batido.

Assim, o Inter foi para o Carnaval com uma vitória fácil sobre o Esportivo, mas, uma vez mais, sem mostrar um futebol empolgante.

GAUCHÃO _ 14ª RODADA _ 28/2/2014*

* jogo antecipado

INTER 3
Muriel; Claudio Winck, Paulão, Ernando e Alan Ruschel; João Afonso, Augusto (Ygor, int.), Alex, Alan Patrick (Caio, 34'/2º) e Otávio (Sasha, 23'/2º); Wellington Paulista
Técnico: Abel Braga

ESPORTIVO 0
Vinícius; Jean Pierre, Cal e Ladeira (Fábio Rodrigues, int.); Tiaguinho, Luís Felipe, Ricardo Maria (Ramon, int.), Claitinho e Baroni (Ygor Souza, 30'/2º); Brandão e Ceará
Técnico: Flávio Campos

Gols: Cláudio Winck (I), aos 16min e Wellington Paulista (I), aos 40min do 1º tempo; Alan Patrick (I), aos 25min do 2º.
Cartões amarelos: Alan Ruschel (I); Ceará, Ricardo Maria e Fábio Rodrigues(E).
Arbitragem: Márcio Coruja, auxiliado por Jorge Bernardi e Antônio Padilha.
Renda: R$ 16.120,00.
Público: 1.156 torcedores (795 pagantes).
Local: Estádio do Vale, Novo Hamburgo.

Próximo jogo
Inter x São José
Quarta-feira, 5/3
19h30min
Estádio do Vale, em Novo Hamburgo

Zero Hora No jornal Zero Hora você encontra as últimas notícias sobre esportes, economia, política, moda, cultura, colunistas e mais.