Três pontos

Inter valoriza vitória com os reservas e celebra "adaptações" feitas no time

Equipe atuou no inédito 3-5-2 com Abel Braga e teve Ygor como líbero e Alan Ruschel no meio

09/03/2014 | 18h10
Inter valoriza vitória com os reservas e celebra "adaptações" feitas no time Lauro Alves/
Inter venceu o Aimoré e se isolou ainda mais na liderança do grupo A Foto: Lauro Alves

Foi um Inter diferente em campo. Não só pelos jogadores, todos reservas, mas pela formatação de equipe. Abel Braga mandou a campo um inédito 3-5-2 nesta temporada, com Ygor, que ainda não havia atuado neste ano, jogando como líbero.

Relembre os lances de Aimoré 1x2 Inter

Apesar de sair atrás, das dificuldades impostas pelo Aimoré, a vitória veio, de virada, dentro do Cristo Rei. E isso foi celebrado pelos atletas ao final da partida.

Jogamos numa posição que não é a habitual, o Abel pediu para fazer testes, ver como a gente se comportava jogando nesse sistema. Isso dava liberdade aos laterais. Valeu pelo resultado, temos que manter o desempenho dos titulares, fizemos isso, conseguimos os três pontos, mesmo com o calor que estava, não foi aquele espetáculo todo, mas valeu o resultado — avaliou Ygor.

Outro que não atuou na sua função de origem foi Alan Ruschel. Lateral-esquerdo, ele caiu mais pelo meio-campo, especialmente na primeira etapa.

— Minha origem é no meio, não vejo problema em fazer essa função. Valeu pelo resultado, estou voltando, adquirindo ritmo e espero chegar no ideal o mais rápido possível — falou o camisa 16.

A vitória neste domingo veio dos pés de Wellington Paulista, que anotou na segunda etapa o gol da vitória. No Inter, o camisa 9 se diz "matando um leão por dia".

— Quase nunca temos oportunidades, quanto temos, temos que fazer o gol. Temos que trabalhar sempre forte, buscar a titularidade sempre. Matamos um leão por dia, minha vida e minha carreira sempre foram assim — disse.

 
Zero Hora No jornal Zero Hora você encontra as últimas notícias sobre esportes, economia, política, moda, cultura, colunistas e mais.