Confronto

Torcidas organizadas do Inter brigam em posto de gasolina

"Foram mais de 50 pessoas brigando com paus e pedras", diz o comandante do 9º BPM, major Francisco Vieira

20/07/2014 | 21h04
Torcidas organizadas do Inter brigam em posto de gasolina Mauro Vieira/Agencia RBS
Foto: Mauro Vieira / Agencia RBS

Nem mesmo a goleada do Inter sobre o Flamengo impediu uma briga entre duas torcidas organizadas coloradas.

Segundo o comandante do 9º BPM, major Francisco Vieira, mais de uma hora após a partida, integrantes da Nação Independente estavam na loja de conveniência do posto Ipiranga, da Avenida Borges de Medeiros, quase ao lado do Instituto de Previdência do Estado (IPE), quando a Guarda Popular passava em frente ao local, em direção ao Centro. Ato contínuo, os torcedores da Nação correram para o terreno de um prédio em obra e se armaram com paus e pedras, a fim de atacar os rivais colorados da Guarda.

Leia mais notícias sobre o Inter

— Foram mais de 50 pessoas brigando com paus e pedras. Eles invadiram a loja de conveniências, destruíram quase tudo em meio à luta, roubaram os extintores de incêndio do posto para bater uns nos outros e, assim que nós chegamos, a maioria fugiu. Conseguimos prender 16 torcedores, 13 da Guarda Popular, três da Nação Independente — relatou o major Vieira.

Quatro empregados do posto ficaram feridos na confusão, nenhum com gravidade. Os brigões foram todos conduzidos pela Brigada Militar para a Área Judiciária do Palácio da Polícia.

 

VÍDEO: colunistas de ZH comentam os jogos do final de semana

Acompanhe o Inter no Brasileirão através do Colorado ZH. Baixe o aplicativo:

IOS

Android

* ZH Esportes

VEJA TAMBÉM

     
 
Zero Hora No jornal Zero Hora você encontra as últimas notícias sobre esportes, economia, política, moda, cultura, colunistas e mais.