Fogos de artifício

Torcedor do Santos proibido de frequentar estádios foi preso no Beira-Rio

Segundo a Justiça gaúcha, ele entrou com fogos de artifício na partida contra o Inter no último domingo

04/08/2014 | 16h37
Torcedor do Santos proibido de frequentar estádios foi preso no Beira-Rio Fernando Gomes/Agencia RBS
Inter de Alex (foto) venceu com gol de Rafael Moura, em Porto Alegre, pelo Campeonato Brasileiro Foto: Fernando Gomes / Agencia RBS

Um torcedor santista foi flagrado no último domingo com duas caixas de fogos de artifício e acabou detido dentro Beira-Rio, em Porto Alegre, durante a partida que terminou com vitória do Internacional por 1 a 0. Segundo a Justiça do Rio Grande do Sul, ele entrou com os fogos e foi retirado do estádio.

Ao checar a identidade dele, o Juizado do Torcedor verificou que o homem já estava cumprindo medida cautelar não pode frequentar eventos esportivos. O nome havia sido fornecido pela Federação Paulista de Futebol

O juiz Carlos Francisco Gross impôs nova medida e determinou que ele compareça na delegacia plantonista da cidade de Santos nos jogos do time, duas horas antes e duas horas após as partidas.

Leia mais notícias sobre o Inter
Confira a tabela completa do Brasileirão

Desde que começou a funcionar nos estádios gaúchos, em 2008, o Juizado do Torcedor somou 1017 atendimentos, sendo 441 no Estádio Beira-Rio, 89 na Arena Grêmio e 485 no Olímpico.

Em Novo Hamburgo, onde o Internacional disputou parte dos jogos enquanto o Beira-Rio passava por reformas, foram três ocorrências. Em Caxias do Sul, na Serra, o serviço começou a funcionar em 2010. Até o momento, são 72 casos em 59 partidas.

VEJA TAMBÉM

     
 
Zero Hora No jornal Zero Hora você encontra as últimas notícias sobre esportes, economia, política, moda, cultura, colunistas e mais.