Situação delicada

Roth cita controle do Inter contra o América-MG e analisa situação: "Ladeira perigosa" 

Na opinião de Roth, o Inter controlou a partida, mas levou o gol justamente quando o venezuelano ingressou no gramado 

19/09/2016 - 23h04min | Atualizada em 19/09/2016 - 23h29min
Roth cita controle do Inter contra o América-MG e analisa situação: "Ladeira perigosa"  Inter / Divulgação/Divulgação
Foto: Inter / Divulgação / Divulgação

O Inter foi a Belo Horizonte encarar o lanterna América-MG com alterações. Na derrota colorada, o meio-campo foi composto pelos volantes Fabinho, Rodrigo Dourado e Anselmo, além do armador Valdívia. O venezuelano Seijas ficou de fora, decisão contestada pela torcida colorada.

Na opinião de Celso Roth, o Inter controlou a partida, mas levou o gol justamente quando Seijas ingressou no gramado.

Leia mais:
Jogadores lamentam derrota para o América-MG no final: "Dói muito" 
Inter perdeu todos os jogos fora de casa contra os cinco últimos do Brasileirão 

— O Seijas entrou, e nós tivemos um pouco mais de uma bola, mas defensivamente começamos a sofrer a partir deste momento. É um jogador de qualidade, mas as coisas são assim. Um time que está perdendo jogos da maneira que estamos perdendo, procuramos primeiro um equilíbrio defensivo para não perdermos o jogo. Quando tentamos ser um pouco mais ofensivos, levamos um gol. É impressionante, é a síndrome que estamos vivendo.

De acordo com o treinador, o controle da partida foi colorado, mas a equipe sofre com gols no início e fim dos tempos:

— O Inter teve seus momentos, controlou praticamente o jogo inteiro de novo, jogamos contra um time que jogou no contra-ataque e acabou conseguindo um gol dentro de uma síndrome que estamos vivendo, levando gols nos extremos dos tempos. Estamos procurando nosso equilíbrio, nossa forma de jogar. Hoje, colocamos em campo três volantes. Controlamos o jogo todo, sem penetração. Quando colocamos jogadores de mais qualidade, começamos a ceder espaços que acabaram rendendo um gol fora do normal.

Leia mais:
Fernando Carvalho garante permanência de Roth no Inter
Cotação ZH: Anselmo é o pior do Inter na derrota para o América-MG
Diogo Olivier: o Inter derrotado pelo América-MG lembrou muito o do Mazembe


Questionado sobre a delicada situação que vive a equipe no campeonato, Roth não joga a toalha:

— Estamos numa ladeira perigosa, difícil, e o tempo está passando cada vez mais, e estamos procurando nossa melhor forma. O que temos que fazer é estancar esta situação o mais rápido possível, encontrando uma forma que nos dê equilíbrio  — comenta, antes de completar:

— Estes jogadores estão trabalhando muito. Tem que continuar trabalhando. A unidade tem que existir e deveria existir desde o início do campeonato. Temos que seguir assim e daqui a pouco, tomara, e é isso que estamos esperando, parar e estancar essa sequência de resultados negativos.

Acompanhe o Inter no Colorado ZH. Baixe o aplicativo:

App Store

Google Play

*ZHESPORTES

 
 
 
Zero Hora No jornal Zero Hora você encontra as últimas notícias sobre esportes, economia, política, moda, cultura, colunistas e mais.