Climão

Anderson e William brigam em treino do Inter no Beira-Rio

Meio-campista acertou soco no lateral, que tentou revidar

14/10/2016 - 18h48min | Atualizada em 14/10/2016 - 23h14min
Anderson e William brigam em treino do Inter no Beira-Rio Reprodução/ESPN/
Foto: Reprodução/ESPN

Não bastassem todos os problemas e a luta contra o rebaixamento, o Inter fechou a semana com uma sessão de UFC. O meia Anderson acertou um soco no lateral-direito William. O episódio deixou ainda mais tenso o ambiente no Beira-Rio para o jogo deste domingo, às 17h, contra o Flamengo, em mais um capítulo da luta do time para escapar do rebaixamento. Assista ao lance em vídeo do Globo Esporte clicando aqui.

O mais esquisito da situação é que o desentendimento aconteceu quando os portões do Beira-Rio estavam abertos para a imprensa — a primeira e maior parte do treino havia sido realizada a portas fechadas. Nessa, os dois atuaram no mesmo time, já que William está suspenso. Os auxiliares comandavam um treino de chutes a gol. Celso Roth acompanhava à distância. Nas imagens feitas pelo cinegrafista Alexandre dos Santos, da RBS TV, é possível ver que Anderson aponta William. Depois de dar seu chute pelo lado direito da área, ele cruza por Anderson e fala algo. É nítido que o meia se desconcentra. Seu chute sai enroscado.

Leia mais:
Carvalho adia para segunda-feira decisão sobre punição de Anderson e William: "Foco é o Flamengo"
Anderson e William não teriam problemas de relacionamento, dizem pessoas ligadas aos atletas
Relembre outras brigas no grupo do Inter
Inter x Flamengo: tudo o que você precisa saber para acompanhar a partida
 
A imagem segue fechada no goleiro Keiller e, quando volta para os dois, é possível ver Anderson acertar um direto de direita em William. Que cai no gramado, se levanta e, em um pique, parte para cima do companheiro. Os goleiros Danilo Fernandes e Marcelo Lomba o seguram. Enfurecido, o lateral tenta escapar e é imobilizado com golpe típico de jiu jitsu por Danilo.

— Covarde, tu bateu por trás — repetia William.

Anderson, enquanto isso, é afastado pelo auxiliar Odair Hellmann e, com cara de assustado, fita William à distância. Sai de campo sozinho em direção ao vestiário. Troca algumas palavras rápidas com Paulão, seu melhor amigo no grupo, reclama e segue caminhando e mexendo a cabeça. Passa por Roth e pelo vice de futebol Fernando Carvalho, que conversava à beira do campo com Alex. Carvalho nem olha para o meia. No reservado, Sasha ainda se vira para observar, pela placa de acrílico, a entrada no vestiário do meia, criado no Rubem Berta com ele.

O direto de direita provocou estrago em William. Além do sangue escorrendo da boca, que os companheiros tentaram encobrir ao fazer um cerco, o lateral-direito teve um dente quebrado. O treino acabou por volta das 18h30min. Passada uma hora, a direção ainda estava reunida no vestiário para decidir que medidas seriam tomadas. Como William vem sendo o melhor jogador do grupo, sua punição deve ser branda. A situação de Anderson, porém, é mais delicada. Um dos maiores salários do grupo, R$ 500 mil mensais e com produção baixa em campo, já estava relegado a um segundo plano. Não será surpresa se acabar afastado do grupo nesta reta final da temporada.

Acompanhe o Inter através do Colorado ZH. Baixe o aplicativo:

IOS

Android

*ZHESPORTES


 
 
 
Zero Hora No jornal Zero Hora você encontra as últimas notícias sobre esportes, economia, política, moda, cultura, colunistas e mais.