O que acharam?

Ex-árbitros divergem sobre pênalti na derrota do Inter para o Botafogo

Lance de Eduardo com Sassá, no final da partida no Rio de Janeiro, definiu o placar e manteve o Colorado no Z-4

Por: ZH Esportes
13/10/2016 - 11h36min | Atualizada em 13/10/2016 - 21h10min
Ex-árbitros divergem sobre pênalti na derrota do Inter para o Botafogo Ricardo Duarte/Agencia RBS
Colorado, de Ceará, foi derrotado na Arena Botafogo Foto: Ricardo Duarte / Agencia RBS

O pênalti anotado por Marielson Alves Silva no lance de Eduardo com Sassá, na derrota por 1 a 0 do Inter para o Botafogo, segue causando polêmica. A direção colorada, os jogadores e o técnico Celso Roth reclamaram muito da decisão do juiz baiano. E mesmo entre os ex-árbitros não há unanimidade sobre o lance.

Comentarista da RBS TV, Márcio Chagas acredita que Marielson errou ao apontar o pênalti. Para o gaúcho, não houve falta de Eduardo, e o toque com a mão não foi intencional.

– Não foi pênalti. Foi um lance normal de disputa de bola na área, em que os jogadores se enroscaram e caíram. Na sequência, o Eduardo caiu sobre a bola, que acabou tocando em seus braços de forma involuntária.

Leia mais:
Vitinho contesta arbitragem na derrota para o Botafogo: "Foi roubo"
Inter tem 47% de risco de rebaixamento após derrota para o Botafogo
"Não houve pênalti", diz Diori Vasconcelos sobre lance na derrota do Inter

A opinião foi respaldada por Sálvio Spinola, comentarista de arbitragem da ESPN Brasil. O ex-juiz paulista ainda destacou que o árbitro da partida foi confuso na marcação do lance.

– Existe uma técnica gestual, e a que ele usou não é comum. Foi confuso, fez o gesto de mão, mas não sei se ele marcou a mão ou o contato. Tem um choque, mas nada faltoso. Olhando pela imagem, é uma disputa normal. Ninguém chutou ninguém. E o toque na mão é completamente acidental. Na minha opinião, não foi pênalti – disse Spinola.

Já para Renato Marsiglia, que comentou a partida para a Rede Globo, houve pênalti na jogada. O gaúcho, que apitou a Copa do Mundo de 1994, disse que Eduardo empurrou Sassá e cometeu a falta.

– O pênalti aconteceu. O jogador (Eduardo) empurrou o Sassá. Isso, para mim, é indiscutível. O árbitro sinalizou a mão, que foi completamente acidental. Mas houve o pênalti, e, se ele marcou pela mão, marcou o lance certo pelo motivo errado – afirmou Marsiglia.

Acompanhe o Inter através do Colorado ZH. Baixe o aplicativo:

IOS

Android

*ZHESPORTES


 
 
 
Zero Hora No jornal Zero Hora você encontra as últimas notícias sobre esportes, economia, política, moda, cultura, colunistas e mais.