Pela Série B

Winck cobra atenção contra o Figueirense e espera uma "Copa do Mundo" contra o Inter

Lateral ainda disse que vai "secar" o América-MG nesta sexta-feira

Por: ZH Esportes
14/09/2017 - 15h00min | Atualizada em 14/09/2017 - 15h00min
Winck cobra atenção contra o Figueirense e espera uma "Copa do Mundo" contra o Inter Leonardo Acosta / Agência RBS/Agência RBS
Foto: Leonardo Acosta / Agência RBS / Agência RBS  

Um Inter atento desde o primeiro minuto diante do Figueirense neste sábado é o que quer Cláudio Winck. O lateral entende que o adversário, que está na 17ª posição, virá ao Beira-Rio para fazer uma Copa do Mundo, o que pode resultado na saída do Z-4:

– Acredito que devem vir buscar o resultado aqui, vai ser um jogo perigoso. Tem o Lenadro Almeida, que estava aqui no ano passado. Os times fazem uma Copa do Mundo com a gente. A gente propõe o jogo, jogam no nosso erro. Contra o Figueirense vai ser assim. Vai ter pouco espaço para a gente jogar, temos de estar ciente do contra-ataque, como aconteceu no juventude. Temos de estar atentos desde o início – disse Winck, para completar sobre o Inter ter virado vidraça por estar na ponta de cima da tabela: –  Temos de estar sempre alerta, adversários estão sempre estudando a gente, cada vez mais. Vão jogar no nosso erro, e precisamos saber lidar. 

Leia mais:
Guto repete time em treino e Inter não tem mistério para enfrentar o Figueirense
Celebração com o padre Marcelo Rossi muda local de Náutico e Inter
Mais experiente e titular do CSA: como Thales retorna ao Inter

O lateral ainda falou sobre a nova chance que Ernando ganhará com a lesão de Klaus, que ficará fora pelos próximos dois meses por conta da fratura no braço. Disse que sabe o que o zagueiro passa, já que também passou por situação semelhante, mas que a experiência do companheiro pode ser o diferencial para este momento: 

– Temos conversado muito com ele. É bem experiente, vai ser mais fácil do que foi pra mim. Ele já foi capitão, vem treinando bem e acredito que vai fazer um bom trabalho. Quando eu subi, há dois anos, me ajudou bastante. O que ele precisar, vou ajudar, dar confiança – entende Winck, que garantiu uma "secada" no América-MG, hoje líder da Série B, na concentração (a equipe mineira joga nesta sexta-feira contra o Ceará fora de casa): – Vou estar na concentração, espero que tenha um empate ou derrota lá. Mas o mais importante é a gente vencer, fazer nosso trabalho. Vamos encontrar o América-MG em casa e vamos para dentro deles. 

 
 
 
 
Zero Hora No jornal Zero Hora você encontra as últimas notícias sobre esportes, economia, política, moda, cultura, colunistas e mais.