Dentro

Paulo Henrique Ganso sofrerá cirurgia no joelho, mas jogará contra o Vélez

Meia será submetido a artroscopia na próxima sexta-feira e ficará afastado dos gramados por até um mês

23/05/2012 | 22h03
Paulo Henrique Ganso sofrerá cirurgia no joelho, mas jogará contra o Vélez Juan Mabromata, AFP/
Ganso (E) terá de fazer artroscopia no joelho direito, mas enfrentará o Vélez Foto: Juan Mabromata, AFP

O meia Paulo Henrique Ganso será submetido a uma artroscopia no joelho direito na próxima sexta-feira e ficará afastado dos gramados por cerca de 20 a 30 dias. Porém, mesmo com dores, o jogador está confirmado para a partida de volta das quartas de final da Copa Libertadores, nesta quinta-feira, contra o Vélez Sarsfield, na Vila Belmiro. Devido à cirurgia, o jogador foi desconvocado para os amistosos da Seleção Brasileira, marcados para o final de maio e início de junho.

Ganso suporta as dores, que se intensificaram depois do jogo da última quinta-feira, em Buenos Aires, e sofrerá infiltração na região para encarar o Vélez.

A artroscopia, que será realizada pelo médico José Ricardo Pécora e será acompanhada pelos profissionais do Santos, servirá para retirar resíduos das outras operações a que o meia foi submetido no passado. O atleta já havia operado o mesmo joelho em 2007 (para reconstruir o ligamento cruzado anterior) e sido submetido a uma artroscopia no local em junho de 2011.

Ele poderia aguardar até o final da disputa da Libertadores para realizar o procedimento, mas preferiu antecipar a cirurgia para não ficar de fora das Olimpíadas, em julho. Além disso, realizando o procedimento agora, a expectativa é que ele dispute o segundo jogo da semifinal da Libertadores, previsto para o dia 21 de maio, caso o Santos se classifique.

Contudo, ficará fora dos amistosos da Seleção Brasileira contra Dinamarca (26 de maio, em Hamburgo, na Alemanha), Estados Unidos (30 de maio, em Washington), México (3 de junho, em Dallas) e Argentina (9 de junho, em New Jersey). Na última terça-feira, Ganso não treinou com os demais titulares no campo do CT Rei Pelé e fez apenas corridas leves ao redor do gramado.

Ano passado, quando o Santos foi tricampeão da Libertadores, o meia passou por situação parecida. Ele sofreu lesão muscular na coxa no primeiro jogo da final do Paulistão, contra o Corinthians, e desfalcou o time nas quartas, semis e o primeiro jogo da decisão do torneio sul-americano. Na ocasião, o camisa 10 voltou apenas no segundo jogo, contra o Peñarol, no Pacaembu.

O Santos já estava ciente da cirurgia e aguardava a partida contra o Vélez para se pronunciar sobre o tema. O clube teme que, sabendo da lesão do meia, alguns jogadores do Vélez "peguem pesado" com o camisa 10.

VEJA TAMBÉM

     
 
Zero Hora No jornal Zero Hora você encontra as últimas notícias sobre esportes, economia, política, moda, cultura, colunistas e mais.