Após derrota para o Corinthians pela Libertadores, Riquelme diz que não joga mais pelo Boca

Segundo o jogador, a decisão é pessoal e não foi influenciada por "fatores externos"

05/07/2012 | 09h40
Após derrota para o Corinthians pela Libertadores, Riquelme diz que não joga mais pelo Boca ole.com.ar/Reprodução
Declarações de Riquelme estavam estampadas no site do diário argentino Olé na manhã desta quinta-feira Foto: ole.com.ar / Reprodução

Além de ficar sem a Libertadores deste ano, o clube argentino Boca Juniors perderá, também, um dos maiores ídolos da sua história. Juan Román Riquelme afirmou, logo após a derrota para o Corinthians, na noite desta quarta-feira, que não jogará mais pelo clube.

– Amo este clube, esta camiseta, mas não vou continuar. Não posso jogar pela metade. Se meu filho quiser, seguirei jogando. Mas não aqui – disse o argentino.

Riquelme afirmou que se sente vazio e que não tem mais nada a dar pelo clube que o revelou. Segundo o Olé, o jogador garantiu que não há fatores externos que tenham pesado na decisão, e, sim, que esta foi uma escolha do próprio Riquelme:

– Falei com a equipe, com o presidente, e comuniquei que não vou continuar e que amo esse clube. Vou estar agradecido para sempre.

Na chegada dos jogadores a Buenos Aires, ainda na madrugada desta quinta-feira, o presidente do Boca, Daniel Angelici, disse que espera poder reverter a decisão do jogador e que se sente "dolorido por não ter ganho a taça e também pela decisão que Román tomou". Por último, Angelici lembrou do que Riquelme dizia:

– Ele sempre disse que queria se aposentar com a camisa do Boca...


VEJA TAMBÉM

     
 
Zero Hora No jornal Zero Hora você encontra as últimas notícias sobre esportes, economia, política, moda, cultura, colunistas e mais.