Um ponto

Ferreyra marca no fim, e Botafogo arranca empate contra Unión Española

Chávez abriu o placar para Unión Española, mas atacante da equipe carioca fez o gol de empate que mantém o time na liderança do Grupo 2

26/02/2014 | 22h36
Ferreyra marca no fim, e Botafogo arranca empate contra Unión Española MARTIN BERNETTI/AFP
Foto: MARTIN BERNETTI / AFP

O Botafogo bem que tentou e foi superior em alguns momentos da partida contra o Unión Española, mas não conseguiu derrotar a equipe chilena, fora de casa, pela segunda rodada da Copa Libertadores. Mas, devido as circunstâncias da partida, o empate em 1 a 1 - com gols de Chávez, para o Unión, e Ferreyra, para o time carioca - acabou sendo bom para o Alvinegro.

Agora, a equipe carioca possui quatro pontos e segue na liderança do Grupo 2, enquanto o Unión conseguiu seu segundo ponto na competição e ocupa a segunda colocação. Independiente Del Valle, do Equador, (1 ponto) e San Lorenzo, da Argentina, (nenhum) se enfrentam na próxima quinta-feira, em Buenos Aires, e uma vitória por mais de dois gols dará a liderança para a equipe equatoriana.

Na próxima rodada, o Botafogo enfrenta o Del Valle, fora de casa, enquanto o Unión encara o San Lorenzo, na Argentina. Ambas as partidas serão no dia 12 de março.

GOLEIROS BRILHAM NO PRIMEIRO TEMPO
Como em quase todas as partidas da Copa Libertadores, a partida desta quarta-feira começou bem nervosa. Desta forma, o jogo foi muito disputado no meio-campo nos 15 primeiros minutos, com poucas ações ofensivas das equipes.

O primeiro grande lance de perigo foi um chute de Jorge Wagner, que passou rente à trave de Sanchez. Aos poucos, o Botafogo começou a mostrar sua maior qualidade e passou a dominar a partida. Tanto que o lateral-direito Edilson levou perigo logo depois, com um chute violento, que Sanchez foi obrigado a colocar para escanteio. Esse lance foi o primeiro a mostrar que os goleiros estavam em um bom dia. Aos 35 do primeiro tempo, novamente o arqueiro do Unión apareceu bem, ao defender um chute de longe de Jorge Wagner e, no rebote, evitou o gol de Ferreyra.

Jefferson também mostrou que estava atento. Apesar de encontrar dificuldades em criar jogadas, o ataque do Hispano aproveitou uma bobeira da zaga alvinegra e Salom recebeu livre dentro da área. Mas na hora de finalizar, chutou em cima de Jefferson, que abafou o chute.

DÓRIA FALHA E CHÁVEZ APROVEITA, MAS FERREYRA GARANTE EMPATE
O segundo tempo começou da mesma maneira que a primeira etapa, mas a primeira chance de gol apareceu mais rápida. Em uma ótima trama do ataque botafoguense, Ferreyra recebeu a bola pelo alto e ajeitou de peito para Gabriel, que pegou mal na bola e jogou por cima do gol da equipe chilena.

A tática de trocar passes no ataque se mostrou acertada e envolveu a defesa do Unión. Tanto que Lodeiro também perdeu uma chance clara de gol. Mas a equipe do Unión Española levava perigo quando ia ao ataque, principalmente quando a jogada passava pelos pés de Chávez. E o próprio camisa 10 passou como quis por Dória, dentro da área, e marcou o primeiro gol da partida.

Logo depois do gol, o time carioca avançou as peças dentro de campo e começou a pressionar os chilenos, que pareciam satisfeitos com o resultado de 1 a 0. Ferreyra perdeu um gol após driblar o goleiro, mas quis o destino que ele ganhasse uma chance de se redimir. E ele não a desperdiçou. Edilson chegou até a linha de fundo e cruzou na medida para o Tanque cabecear para o fundo do gol de Sanchez. O Botafogo bem que tentou a virada, mas não conseguiu. E, no final, o empate foi bom para as duas equipes.

Zero Hora No jornal Zero Hora você encontra as últimas notícias sobre esportes, economia, política, moda, cultura, colunistas e mais.