História repetida

Flamengo sofre virada e é novamente eliminado na fase de grupos da Libertadores

Rubro-Negro dá adeus à competição após ser derrotado por 2 a 1 no Nuevo Gasómetro

18/05/2017 - 01h27min
Flamengo sofre virada e é novamente eliminado na fase de grupos da Libertadores JUAN MABROMATA/AFP
Foto: JUAN MABROMATA / AFP  

O Flamengo foi eliminado de maneira traumática na Libertadores. O Rubro-Negro tinha tudo para passar de fase, mas voltou a sofrer com a "maldição" da fase de grupos do torneio sul-americano. O Rubro-Negro saiu na frente, mas caiu numa virada de 2 a 1 para o San Lorenzo, na noite desta quarta-feira, no Nuevo Gasómetro, em Buenos Aires, na Argentina. Com a vitória do Atlético-PR sobre a Universidad Católica, por 3 a 2, no Chile, o time carioca volta para o Rio com o gosto amargo da decepção: está fora.

O curioso é que o primeiro tempo parecia promissor para o Flamengo. Mesmo fora de casa, o time carioca adotou uma postura interessante, buscando o gol e foi premiados aos 13 minutos. Após cobrança de escanteio, a zaga dos donos da casa cortou, mas a bola sobrou para Rodinei acertar um chute colocado de fora da área, no cantinho. O goleiro Navarro pulou atrasado, tocou na bola, mas aceitou.

O gol deu ainda mais tranquilidade ao Flamengo, que suportou bem a pressão. O San Lorenzo atacava sem muita organização e só incomodava na base do 'chuveirinho'. Os momentos de preocupação para o Rubro-Negro ocorreram em saídas de bola um pouco equivocadas do goleiro Muralha.

O segundo tempo começou parecido com o fim do primeiro, com o Flamengo sendo pressionado, mas sem muito perigo. Como Berrío estava nulo no jogo, Zé Ricardo tirou o colombiano e lançou o volante Rômulo. O Rubro-Negro passou a explorar contra-ataques, mas também não chegava perto do gol.

O jogo ganhou emoção aos 29 minutos do segundo tempo, quando o San Lorenzo chegou ao empate. Cristian Barrios ganhou disputa de bola com Matheus Savio e cruzou para a área, onde Angeleri cabeceou para a rede, nas costas da defesa rubro-negra.

A situação ficou dramática no final. No outro jogo do Grupo 4, o Atlético-PR conquistou uma virada heroica sobre a Universidad Católica, por 3 a 2, pressionando o Flamengo a garantir pelo menos o empate. O Ciclón partiu com tudo para o ataque e chegou à vitória com um gol de raça do talentoso Belluschi. Ele chutou cruzado, sem defesa para Muralha. Um resultado difícil do torcedor rubro-negro engolir.

*LANCEPRESS

 
 
 
 
Zero Hora No jornal Zero Hora você encontra as últimas notícias sobre esportes, economia, política, moda, cultura, colunistas e mais.