Opinião

Cléber Grabauska: o River está na corda bamba

A equipe argentina foi goleada por 3 a 0 pelo Jorge Wilstermann em Cochabamba

Por: Cléber Grabauska
15/09/2017 - 02h38min | Atualizada em 20/09/2017 - 12h31min
Cléber Grabauska: o River está na corda bamba AIZAR RALDES / AFP/AFP
Foto: AIZAR RALDES / AFP / AFP  

A derrota do River Plate para o Jorge Wilstermann foi a grande surpresa da rodada de ida das quartas de final da Libertadores. O gigante argentino balança e balança forte depois de  levar 3 a 0 em Cochabamba. A lógica foi para as cucuais. O River pode até se classificar, mas, no Monumental de Nuñez, terá que jogar o que ainda não jogou nesta Libertadores.

Leia mais:
Jorge Wilstermann surpreende, vence River Plate e encaminha vaga

A possível eliminação do River Plate pode mudar aquele desenho natural que se fazia  das semifinais e, por consequência, da final da Libertadores. O San Lorenzo de Diego Aguirre aplicou 2 a 0 no Lanus e está praticamente classificado. E terá seu caminho facilitado se não precisar enfrentar o River.

E no outro lado da tabela, a tendência indica uma semifinal brasileira. Afinal,o Santos voltou do Equador com um bom empate em 1 a 1 e uma vantagem considerável para o jogo da Vila Belmiro. E o Grêmio não venceu, não marcou gol, mas mostrou no empate em 0 a 0 que tem todas as condições de passar pelo Botafogo. Ainda mais se puder contar com Luan no segundo jogo.