No Mundo das Lutas

Royce Gracie e a popularização do jiu-jitsu

As vitórias do brasileiro difundiram a arte suave pelo Mundo

Por: Caju Freitas
16/03/2017 - 09h59min | Atualizada em 16/03/2017 - 09h59min
Royce Gracie e a popularização do jiu-jitsu Léo Cardoso/Reprodução ZHTV/
Foto: Léo Cardoso/Reprodução ZHTV  

Royce Gracie foi campeão do UFC em três oportunidades. Nasceu no Rio de Janeiro no dia 12 de dezembro de 1966 e é filho do mestre Hélio Gracie, sobrinho de Carlos Gracie – criadores do jiu-jitsu – e irmão de Royler Gracie, Rickson Gracie e Rorion Gracie (criador do UFC no dia 12 de novembro de 1993).
O brasileiro foi o grande responsável pela difusão do jiu-jitsu ao redor do Planeta, tendo em vista as vitórias épicas nos primórdios do UFC- até então o jiu-jitsu era desconhecido pelo grande público. Nas primeiras edições do Ultimate, não existia categoria de peso, nem luvas, nem tempo, além do atleta lutar várias vezes na mesma noite. Não é nenhum exagero falar que a família Gracie – com a criação do jiu-jitsu brasileiro – fez com que as artes marciais crescerem mais em 20 anos do que nos últimos séculos.
Confira os títulos conquistados pelo membro da família Gracie:
- Campeão do UFC 1 no dia 12 de novembro de 1993 (lutou 3 vezes na mesma noite);
- Campeão do UFC 2, em 11 de março de 1994 (lutou 4 vezes na mesma noite);
- Campeão do UFC 4, em 16 de dezembro de 1994 (lutou 3 vezes na mesma noite, sendo que na final finalizou com um triângulo o lendário Dan Severn, com quase 16 minutos de combate.
Leia mais:
O perigoso corte de peso no MMA
Amanda Nunes reinará no UFC


 
 
 
 
Zero Hora No jornal Zero Hora você encontra as últimas notícias sobre esportes, economia, política, moda, cultura, colunistas e mais.