Eliminação em São Paulo

Juventude é goleado pela Portuguesa e se despede da Copa do Brasil

Com uma atuação ruim, time alviverde toma 4 a 0 no Canindé

12/04/2012 | 21h24
Juventude é goleado pela Portuguesa e se despede da Copa do Brasil ALEX SILVA/AGÊNCIA ESTADO/AE /
Juventude não conseguiu criar nenhuma chance clara de gol Foto: ALEX SILVA/AGÊNCIA ESTADO/AE
Com uma atuação muito ruim, o Juventude se despediu da Copa do Brasil na noite desta quarta-feira após ser goleado por 4 a 0 pela Portuguesa, no Estádio do Canindé, em São Paulo, no jogo de volta da segunda fase.

O time não soube administrar a vantagem de 2 a 0 conquistada no Alfredo Jaconi, semana passada, e passa a se concentrar apenas na preparação para a Série D do Brasileiro, que começa em maio. A Portuguesa foi melhor em um primeiro tempo marcado por muitos erros do Juventude.

Nervoso, o time não conseguiu criar nenhuma chance clara de gol. Com a necessidade de reverter a vantagem conquistada pelo time alviverde no jogo de ida, os paulistas foram para cima. Se também não chegou a oferecer grande perigo ao goleiro Folmann, mas abriram o placar aos 35 minutos. Léo Silva invadiu a área pela esquerda e foi derrubado por Élder Granja.

O árbitro marcou o pênalti, cobrado por Ricardo Jesus, no canto direito de Wéverton. Na etapa final, o Juventude melhorou sensivelmente. Chegou pela primeira vez com perigo aos nove minutos, quando Alan, que substituiu Ramiro no intervalo, cruzou da esquerda e Jonatas Belusso concluiu, para defesa do goleiro da Lusa. No entanto, seguiu errando muitos passes e acabou pagando por isso.

Aos 20 minutos, Ricardo Jesus é lançado, avança sem marcação da intermediária, invade a área e coloca por cobertura: 2 a 0. O panorama não se alterou muito depois disso. O Juventude seguiu com imensas dificuldades para chegar ao ataque. Em uma das únicas vezes em que ameaçou, o goleiro da Lusa brilhou. Aos 29, o estreante Alberto cobrou falta no canto e Wéverton espalmou para escanteio.

O terceiro gol da Portuguesa saiu aos 39 minutos. Ricardo Jesus recebeu na direita, avançou pela direita e bateu rasteiro. A bola desviou na zaga do Ju e passou por baixo de Folmann. O tiro de misericórdia veio aos 45. Raí mandou uma bomba de fora da área, sem chances para o goleiro alviverde.
 
Zero Hora No jornal Zero Hora você encontra as últimas notícias sobre esportes, economia, política, moda, cultura, colunistas e mais.
Imprimir