Gre-Nal

Inter vence o Grêmio nos pênaltis e leva a Taça Piratini do Gauchão juvenil

Clássico foi disputado na tarde desta quinta e, nas penalidades, colorados ganharam por 7 a 6

20/09/2012 | 21h36
Inter vence o Grêmio nos pênaltis e leva a Taça Piratini do Gauchão juvenil Divulgação/TXT Assessoria
Garotos colorados comemoram a conquista do primeiro turno do Estadual juvenil Foto: Divulgação / TXT Assessoria

Depois de empate sem gols no tempo normal, Inter e Grêmio disputaram a final da Taça Piratini — o primeiro turno do Campeonato Gaúcho juvenil — nos pênaltis. E o Inter levou a melhor ao vencer por 7 a 6, garantindo presença na finalíssima da competição.

— A partida foi difícil e o Grêmio valorizou muito o nosso resultado. Tivemos um primeiro tempo igual, com chance para ambos os lados. Já no segundo, fomos superiores, buscamos sempre a vantagem, enquanto eles ficaram atrás e tentando sair nos contra-ataques. Não conseguimos transformar em gol, mas o importante foi o título. Vencemos mais uma vez nosso arquirrival — avaliou o técnico colorado Clemer.

A referência do treinador é respaldada pelos números. Desde que assumiu, em março de 2011, ele disputou sete clássicos na base: foram cinco vitórias, um empate e apenas uma derrota, totalizando 77% de aproveitamento. Resultados que, segundo ele, estão diretamente ligados a um aspecto do trabalho.

— Quando chega neste tipo de jogo, procuro transmitir aos atletas toda a motivação e transpiração que devem ter. E o principal: o que representa o clássico, mostrar que o adversário é do mesmo nível, que as pessoas torcem de um jeito diferente. Enfim, apresentar a eles essa rivalidade não de uma forma nociva, mas destacando a importância dela. Os jogadores estão assimilando bem e levando isso para o campo. Vem dando certo, o que me deixa muito feliz — ressaltou o ex-goleiro, que pretende aproveitar a sequência dos jogos para ampliar o leque de observação dos juvenis.

A estreia colorada no returno do Estadual juvenil, a Taça Farroupilha, ocorre no próximo dia 3 de outubro, diante do Gramadense, no CT de Alvorada.

— O grupo está muito forte e alcançando os objetivos. Com o título do primeiro turno, já estamos na final. Se vencermos o segundo, somos campeões. Então, teremos um pouco mais de "tranquilidade", digamos assim. A gente vai poder olhar quem não vem atuando também, dentro do trabalho de projeção de jogadores que procuramos fazer no Inter — concluiu Clemer, dono de quatro taças na função de comandante técnico (Copa FGF Sub-17 2011 e 2012, Copa Santiago 2012 e Copa Brasil Sub-17 2012) e responsável pelas indicações do meia Otávio, do volante Jair e do centroavante Maurides ao elenco profissional.

VEJA TAMBÉM

     
 
Zero Hora No jornal Zero Hora você encontra as últimas notícias sobre esportes, economia, política, moda, cultura, colunistas e mais.