Preparação para a Copa

Valcke diz que Beira-Rio está "mais ou menos pronto" e que há muito trabalho a fazer em Porto Alegre

Secretário-geral da Fifa elogia solução para estruturas temporárias, e entidade informa que ingressos para oitava de final na capital gaúcha estão esgotados

Valcke diz que Beira-Rio está "mais ou menos pronto" e que há muito trabalho a fazer em Porto Alegre Maurício Reolon/agencia RBS
Secretário-geral da Fifa afirma que estádio ainda não está pronto Foto: Maurício Reolon / agencia RBS

Após reunião do grupo da Fifa que organiza a Copa, o secretário-geral da entidade, Jérôme Valcke, disse que ficou satisfeito com a inauguração do Beira-Rio por Dilma Rousseff, mas alertou: ainda há trabalho a fazer no estádio colorado.

– O Beira-Rio está mais ou menos pronto. Ainda há muito trabalho no terreno em volta do estádio, é preciso instalar as estruturas de tecnologia de informação e termos espaço para colocar as estruturas temporárias – disse o francês.

Valcke disse que, nesta semana, a Fifa ficou satisfeita em encaminhar soluções para os problemas de Porto Alegre e de Curitiba, cujo estádio estava ameaçado de perder os jogos da Copa. Porém, ressaltou que nas duas cidades é preciso acelerar a organização. Na capital gaúcha, a preocupação da entidade é com a aprovação do projeto que permite isenção fiscal a empresas que banquem as estruturas temporárias, orçadas em R$ 25 milhões — outros R$ 5 milhões serão investidos por governo estadual e prefeitura.

Na mesma coletiva, o diretor de Marketing da Fifa, Thierry Weil, listou os jogos que não terão ingressos oferecidos na próxima fase de vendas — dia 12 de março, começa a comercialização pelo site de tíquetes, por ordem de chegada —, e Porto Alegre tem uma de suas partidas já esgotada. É o jogo de oitava de final, no dia 30 de junho, que pode ter seleções como Alemanha, Portugal, Rússia ou Bélgica.

Zero Hora No jornal Zero Hora você encontra as últimas notícias sobre esportes, economia, política, moda, cultura, colunistas e mais.