É decisão!

Clássico pela taça: os caminhos da dupla Gre-Nal até a final do Gauchão

Rivais abrem disputa pelo título no domingo, em partida de número 400 que ocorrerá na Arena

28/03/2014 | 17h49
Clássico pela taça: os caminhos da dupla Gre-Nal até a final do Gauchão Montagem sobre fotos de Bruno Alencastro e Lauro Alves/
Inter de Abel e Grêmio de Enderson decidirão o Gauchão em dois Gre-Nais Foto: Montagem sobre fotos de Bruno Alencastro e Lauro Alves

Há três anos que o Gauchão não era decidido em dois Gre-Nais. O clássico, que terá sua edição de número 400 neste domingo, 16h, na Arena, colocará à prova os planejamentos elaborados por Enderson Moreira e Abel Braga para 2014. O Grêmio, que também disputa a Libertadores, não deixou de lado o Estadual como fizera em anos anteriores e ainda descobriu talentos preciosos no time sub-20.

CONFIRA AS ESTATÍSTICAS DA DUPLA GRE-NAL NO SUPERDUPLA ZH

O Inter, de olho no Brasileirão e na Copa do Brasil, poupou por mais vezes os titulares. Mas contou com o ótimo rendimento dos suplentes para emplacar a melhor campanha do campeonato e garantir o apoio de sua torcida no clássico derradeiro - seja no Beira-Rio ou no Centenário, em Caxias, em 13 de abril. Confira como foi a trajetória da Dupla até a final do Gauchão.

Grêmio: foco no Estadual e revelações do sub-20

A mudança na postura do Grêmio em relação ao Gauchão ajuda a explicar a trajetória da equipe até a final. No ano passado, Vanderlei Luxemburgo praticamente deixou a disputa do Estadual de lado tamanho era o foco na Libertadores. Tanto que os titulares estrearam apenas na oitava rodada. Dos 18 jogos em 2013, em metade deles um time reserva ou misto foi a campo.

Agora, com Enderson Moreira, tudo mudou. O time principal entrou logo na terceira rodada e, em 17 partidas, o treinador escalou o que tem de melhor em 12 oportunidades.

— Estabelecemos desde o início do planejamento com o Enderson que iríamos jogar o máximo possível com o time titular nas duas competições. Encaramos o Gauchão também como prioridade. Até porque isto permite ao treinador fazer mais observações e aprimorar a equipe — considera o executivo de futebol Rui Costa.

O maior tempo de preparação é apontado como principal causa desta mudança. Em 2013, havia a disputa da primeira fase da Libertadores, com uma decisão com a LDU-EQU já em janeiro. A pré-temporada foi feita às pressas, na altitude de 2,8 mil metros em Quito. Como resultado, a equipe nem chegou às finais de turno no Gauchão e, na competição continental, foi eliminada nas oitavas de final. Neste ano, a preparação durou 12 dias em Bento Gonçalves. E já mostra seus efeitos.

— Caso a gente não contasse com este tempo de pré-temporada, teríamos mais lesões. O que também facilitou foi a qualidade do sub-20, que estava melhor preparado agora do que no ano passado — afirma Rui Costa.

Uma simples comparação comprova este ponto de vista. Em 2014, os reservas obtiveram duas vitórias, dois empates e uma derrota. Ano passado, três vitórias, um empate e cinco derrotas.

Além disso, revelações preciosas como Luan, Everton e Breno surgiram da base tricolor. E podem ajudar o Grêmio a conquistar o Gauchão pela 37ª vez.

Gauchão 2013
Esportivo 0x2 Grêmio - reservas
Grêmio 1x2 Canoas - reservas
São Luiz 4x0 Grêmio - reservas
Inter 2x1 Grêmio - misto
Grêmio 5x1 São José - misto
Juventude 2x1 Grêmio - misto
Grêmio 5x0 Santa Cruz - reservas
Grêmio 1x0 Veranópolis - titulares
Inter 2x1 Grêmio - misto
Grêmio 2x0 Lajeadense - titulares
Pelotas 1x3 Grêmio - titulares
Grêmio 2x0 Caxias - titulares
Grêmio 1x2 Cruzeiro - titulares
Passo Fundo 1x1 Grêmio - misto
Grêmio 1x0 Cerâmica - titulares
Novo Hamburgo 0x0 Grêmio - titulares
Grêmio 0 (5)x(3) 0 São Luiz - titulares
Juventude 1 (5)x(4) 1 Grêmio - titulares

Aproveitamento
18 jogos (8V, 2E, 8D)
9 jogos com titulares (5V, 1E, 3D)
9 jogos com suplentes (3V, 1E, 5D)

Gauchão 2014
São José 1x0 Grêmio - sub-20
Grêmio 2x1 Lajeadense - sub-20
Grêmio 4x0 Aimoré - titulares
Brasil-Pel 1x1 Grêmio - sub-20
Juventude 1x1 Grêmio - titulares
Grêmio 1x0 Veranópolis - titulares
Grêmio 1x1 Inter - titulares
Esportivo 1x3 Grêmio - misto
Caxias 2x3 Grêmio - titulares
Grêmio 3x0 Novo Hamburgo - titulares
São Paulo-RG 2x1 Grêmio - titulares
Cruzeiro 0x0 Grêmio - titulares
São Luiz 2x2 Grêmio - misto
Grêmio 3x1 Passo Fundo - titulares
Grêmio 3x0 Pelotas - titulares
Grêmio 3x0 Juventude - titulares
Grêmio 2x1 Brasil-Pel - titulares

Aproveitamento
17 jogos (10V, 5E, 2D)
12 jogos com titulares (8V, 3E, 1D)
5 jogos com suplentes (2V, 2E, 1D)

Inter: titulares poupados e reservas em alta

Melhor campanha do Gauchão, o Inter curiosamente poupou mais seus titulares em sua trajetória até a final. Foram nove das 17 partidas com times sub-23 e mistos, ao passo que o principal atuou em oito compromissos. Os reservas disputaram as quatro primeiras rodadas da primeira fase, enquanto a pré-temporada transcorria em Gramado e no CT Parque Gigante. Uma questão de planejamento, segundo o vice de futebol Marcelo Medeiros.

— O Estadual começa cedo para quem encerra o Brasileirão no dia oito de dezembro e precisa dar um mês de férias aos jogadores. Existe toda uma questão de recomposição dos atletas, que precisam recuperar a plenitude física na pré-temporada. A gente sabe que as principais competições ocorrerão no segundo semestre, então direcionamos o planejamento. Mas sem descuidar do Gauchão e do início da Copa do Brasil — comenta o dirigente.

A salvaguarda para proporcionar um maior descanso aos titulares foi a evolução no aproveitamento dos suplentes no Gauchão. Em 2013, a equipe ideal atuou em 16 dos 21 jogos, com 14 vitórias, um empate e uma derrota, e os reservas obtiveram apenas uma vitória em cinco jogos. Nesta temporada, os papéis se inverteram: oito dos 14 triunfos no campeonato foram obtidos pelos times misto e sub-23, enquanto os titulares venceram seis vezes.

— O sub-23 já tinha uma afinidade muito boa desde o ano passado, com bons destaques sob o comando do Clemer. Depois, o Abel passou a alternar um time misto e aquele que considera o ideal. Hoje temos entre 16 e 18 jogadores em nível de titularidade — opina Medeiros.

Com a fase de experiências encerrada, Abel Braga irá para os dois Gre-Nais decisivos com o que tem de melhor à disposição. E confia na força do grupo colorado para levantar a taça do Gauchão pela 43ª vez.

Gauchão 2013
Inter 1x1 Passo Fundo - sub-23
Cerâmica 1x2 Inter - sub-23
Inter 0x0 Novo Hamburgo - titulares
Inter 2x1 Grêmio - titulares
Lajeadense 1x0 Inter - sub-23
Inter 3x0 Pelotas - titulares
Caxias 0x2 Inter - titulares
Cruzeiro 1x1 Inter - misto
Inter 2x1 Grêmio - titulares
Inter 2x0 Esportivo - titulares
São Luiz 0x5 Inter - titulares
Canoas 1x3 Inter - titulares
Inter 2x1 São Luiz - titulares
Santa Cruz 0x3 Inter - titulares
São José 0x0 Inter - misto
Inter 2x0 Esportivo - titulares
Veranópolis 1x0 Inter - titulares
Inter 4x1 Juventude - titulares
Inter 2x1 Lajeadense - titulares
Inter 1x0 Veranópolis - titulares
Inter 0 (4)x(3) 0 Juventude - titulares

Aproveitamento
21 jogos (15V, 4E, 2D)
16 jogos com titulares (14V, 1E, 1D)
5 jogos com suplentes (1V, 3E, 1D)

Gauchão 2014
Inter 2x0 São Luiz - sub-23
Novo Hamburgo 1x2 Inter - sub-23
Passo Fundo 1x2 Inter - sub-23
Inter 2x1 São Paulo-RG - misto
Inter 4x1 Cruzeiro - titulares
Pelotas 0x1 Inter - misto
Grêmio 1x1 Inter - titulares
Inter 4x0 Caxias - titulares
Inter 2x1 Juventude - titulares
Veranópolis 1x0 Inter - misto
Inter 1x0 Brasil-Pel - titulares
Inter 3x0 Esportivo - misto
Inter 1x1 São José - titulares
Aimoré 1x2 Inter - misto
Lajeadense 0x1 Inter - misto
Inter 3x1 Cruzeiro - titulares
Inter 3x0 Caxias - titulares

Aproveitamento
17 jogos (14V, 2E, 1D)
8 jogos com titulares (6V, 2E, 0D)
9 jogos com suplentes (8V, 0E, 1D)

*Colaborou Wendell Ferreira

Zero Hora No jornal Zero Hora você encontra as últimas notícias sobre esportes, economia, política, moda, cultura, colunistas e mais.