Influência

Chelsea é suspeito de manipular o Campeonato Holandês

Clube inglês sustenta o holandês Vitesse Arnhem

03/04/2014 | 08h31
Chelsea é suspeito de manipular o Campeonato Holandês Paul Ellis/ AFP/
Foto: Paul Ellis/ AFP

O Chelsea, que sustenta economicamente o clube holandês Vitesse Arnhem, foi acusado por ex-dirigentes da equipe de manipular o campeonato da Holanda, informa a imprensa. Merab Jordania, ex-presidente do Vitesse, afirmou ao jornal De Telegraaf que a direção do Chelsea proibiu o clube de disputar o título do campeonato holandês.

De acordo com o dirigente, de nacionalidade georgiana, a razão era que se o Vitesse conquistasse o título da Holanda a equipe estaria classificada para a Liga dos Campeões, assim como o Chelsea habitualmente, e a Uefa proíbe que dois clubes que mantêm uma relação econômica disputem a mesma competição.

— O Chelsea assume parte da folha salarial do Vitesse e empresta alguns jogadores. O que conta para o Chelsea é o desenvolvimento destes jogadores e não que Vitesse seja campeão — afirmou o ex-diretor técnico Ted van Leeuwen, segundo a agência ANP.

Na atual temporada, o brasileiro Lucas Piazón, Bertrand Traore, Patrick van Aanholt e Christian Atsu estão emprestados pelo time inglês, enquanto Gael Kakuta e Sam Hutchinson permaneceram no clube holandês até janeiro.

O Vitesse, que durante muitas rodadas disputou com o Ajax a liderança da 'Eredivisie', venceu apenas três das últimas 11 partidas, o que acabou com as chances de título. A equipe dirigida por Peter Bosz ocupa o terceiro lugar, a 12 pontos do líder Ajax.
No comando do clube está o russo Alexander Tsjigirinski (empresário associado a Roman Abramovitch, presidente do Chelsea), que chamou as declarações de Merab Jordania de "mentiras provocadas por inveja".

A Federação Holandesa informou em sua página na internet que deseja "esclarecer as alegações de M. Jordania".

VEJA TAMBÉM

     
Zero Hora No jornal Zero Hora você encontra as últimas notícias sobre esportes, economia, política, moda, cultura, colunistas e mais.