De saída

Renato Portaluppi é demitido do Fluminense

Presidente do clube venceu queda de braço e efetivou saída do técnico

Atualizada em 02/04/2014 | 09h1602/04/2014 | 08h45
Renato Portaluppi é demitido do Fluminense fernando cazaes,photocamera/Divulgação
Foto: fernando cazaes,photocamera / Divulgação

O Fluminense anunciou nesta quarta-feira a demissão do técnico Renato Gaúcho, através de nota oficial. O presidente do clube, Peter Siemsen, concederá entrevista coletiva ainda nesta manhã, na sala da presidência.

Renato chegou ao clube em meio à crise entre o próprio mandatário do Flu e o presidente da patrocinadora, Celso Barros. Siemsen não aprovava o trabalho do treinador.

Em mais uma queda de braço, Celso Barros, que impôs sua vontade na chegada de Renato e arca com a maior parte dos vencimentos do treinador, ainda queria a manutenção do técnico. Contudo, Peter optou pela demissão e o clube terá que bancar sozinho os gastos da nova escolha.

Além disso, o clima entre Renato e os jogadores não era dos melhores. Algumas lideranças do elenco do Fluminense estavam insatisfeitas com a forma como o treinador conduzia a equipe. Entre os jogadores, havia discordância também em relação ao esquema tático adotado. Para completar, o estopim teria sido a eliminação no Campeonato Carioca, quando Renato abertamente pediu reforços e reclamou da postura do time contra o Vasco.

O contrato de Renato Portaluppi com o Fluminense não tem multa rescisória. Mas o clube terá de pagar os vencimentos até o fim do ano.

Zero Hora No jornal Zero Hora você encontra as últimas notícias sobre esportes, economia, política, moda, cultura, colunistas e mais.