Punição à vista?

Suposta escalação irregular ameaça o Novo Hamburgo na Copa do Brasil

Clube alega não ter sido notificado pelo Superior Tribunal de Justiça Desportiva (STJD) e prefere não se manifestar sobre o assunto

31/07/2014 | 21h12

Depois da euforia pela classificação às oitavas de final da Copa do Brasil no último minuto diante do ABC, o Novo Hamburgo não pôde passar a quinta-feira comemorando. A informação de uma suposta escalação irregular do meia Preto ameaça a vaga do time gaúcho. O jogador estaria sem contrato vigente. E a CBF teria avisado ao clube sobre a situação. Mesmo assim, a direção optou por deixá-lo à disposição do técnico Itamar Schulle.

A confusão pode ter ocorrido porque Preto estava suspenso. Por expulsão contra o J. Malucelli, cumpriu os dois jogos de punição contra o próprio J.Malucelli e contra o ABC, na partida de ida. Assim, teoricamente, estaria sem pendências judiciais. Mas o problema era contratual.

O Novo Hamburgo alega não ter sido notificado pelo Superior Tribunal de Justiça Desportiva (STJD) e preferiu não se manifestar sobre o assunto. Uma reunião no clube nesta sexta deverá definir a estratégia de defesa do clube, caso realmente seja acionado.

Além deste assunto, a direção do Novo Hamburgo ainda poderá ter outro problema jurídico: o árbitro Braulio da Silva Machado relatou em súmula que houve invasão de torcedores ao campo de jogo para comemorar a vitória.

VEJA TAMBÉM

     
 
Zero Hora No jornal Zero Hora você encontra as últimas notícias sobre esportes, economia, política, moda, cultura, colunistas e mais.