Versão mobile

Desmentido

Comitê Olímpico dos EUA nega orientação contra Olimpíada no Rio por zika 

Informação veio do porta-voz da entidade, Patrick Sandusky

Por: AFP
09/02/2016 - 00h55min | Atualizada em 09/02/2016 - 12h45min
Comitê Olímpico dos EUA nega orientação contra Olimpíada no Rio por zika  Joao Paulo/AFP
Foto: Joao Paulo / AFP

O Comitê Olímpico dos Estados Unidos (USOC, na sigla em inglês) desmentiu nesta segunda-feira, com um pequeno comunicado, que esteja estimulando seus atletas a não participarem dos Jogos Rio-2016 por causa do vírus zika.

Leia mais:
Coe promete mudanças "até o fim do ano" para restaurar confiança no atletismo
Equipe de esgrima do Brasil conquista vaga olímpica
Comitê Olímpico dos EUA liberou atletas de vir ao Rio por conta do zika vírus, diz agência

– As notícias que indicam que o Comitê Olímpico dos Estados Unidos aconselhou seus atletas a reconsiderarem sua participação nas Olimpíadas do Rio, devido ao vírus Zika são 100% inexatas – disse o porta-voz do USOC, Patrick Sandusky.

– A equipe americana já olha para os Jogos e não evitamos, nem vamos evitar, que nossos atletas compitam por seu país, se se classificarem – acrescentou.

O comunicado nega que "o Comitê Olímpico dos Estados Unidos tenha dito às federações esportivas do país que os atletas e o pessoal interessado em sua saúde pelo vírus zika devam considerar não ir aos Jogos Olímpicos de Rio-2016", que acontecem de 5 a 21 de agosto.

Segundo a imprensa americana, a mensagem foi divulgada em uma teleconferência entre funcionários do USOC e dirigentes das federações esportivas dos Estados Unidos no final de janeiro.

Como instituição, o USOC ainda não publicou recomendações para seus atletas e funcionários, além do que já foi emitido pela Organização Mundial de Saúde. A OMS declarou emergência médica global diante da rápida propagação do vírus zika.

*AFP

 
 
 
Zero Hora No jornal Zero Hora você encontra as últimas notícias sobre esportes, economia, política, moda, cultura, colunistas e mais.