Obituário

Ex-centroavante de Grêmio e Flamengo, Gaúcho morre aos 52 anos

Natural de Canoas, Luís Carlos Tóffoli foi revelado em 1984 pelo time carioca

Por: ZH Esportes
17/03/2016 - 21h15min | Atualizada em 17/03/2016 - 21h29min
Ex-centroavante de Grêmio e Flamengo, Gaúcho morre aos 52 anos Edison Vara/Agencia RBS
Foto: Edison Vara / Agencia RBS

Vítima de câncer de próstata, morreu nesta quinta-feira o ex-centroavante Gaúcho, 52 anos, que teve passagem pelo Grêmio na década de 1980. Natural de Canoas, Luís Carlos Tóffoli foi revelado em 1984 pelo Flamengo e também passou por XV de Piracicaba, Verdy Kawasaki, Santo André e Palmeiras.

De volta ao Flamengo em 1990, foi campeão da Copa do Brasil, carioca e Brasileirão. No Exterior, defendeu Lecce-ITA e Boca Juniors-ARG. Retornou ao Brasil e ainda atuou por Atlético-MG, Ponte Preta e Fluminense, até se aposentar no Anápolis-GO.

Leia mais notícias sobre futebol

Sua carreira ficou marcada quando, como jogador do Palmeiras, em 1988, precisou ser improvisado contra o Flamengo como goleiro no lugar de Zetti, que havia se lesionado e o time já tinha feito todas as alterações. Naquele ano, jogos do Brasileirão terminados empatados eram decididos em pênaltis. E ele defendeu as cobranças de Aldair e Zinho, garantindo a vitória do Palmeiras.

Amigo de Renato Portaluppi, Gaúcho provocou, sem querer, a demissão do ex-atacante do Botafogo, em 1992. Ao pagar uma aposta por ter perdido o primeiro jogo da final do Brasileirão daquele ano, Portaluppi colocou carne de churrasco na boca de Gaúcho. Revoltada com a imagem, a diretoria botagofoguense o mandou embora.

*ZHESPORTES

 
 
 
Zero Hora No jornal Zero Hora você encontra as últimas notícias sobre esportes, economia, política, moda, cultura, colunistas e mais.