No sufoco

Atlético-MG busca empate em 2 a 2 com a Ponte Preta e está nas quartas da Copa do Brasil

Time mineiro saiu perdendo por 2 a 0, mas contou com gols de Pratto e Robinho para passar às quartas de final

Por: Lancepress
21/09/2016 - 23h31min | Atualizada em 22/09/2016 - 00h10min

Após abrir 2 a 0 e estar com a vitória bem encaminhada, a Ponte Preta permitiu que o Atlético-MG empatasse nos minutos finais o duelo desta quarta-feira, no Moisés Lucarelli, em 2 a 2. Desta forma, os mineiros avançaram às quartas-de-final da Copa do Brasil, com mais gols na casa do adversário. No jogo de ida, no Independência, o placar foi de 1 a 1. Roger e Felipe Azevedo marcaram para os campeineiros, e Pratto e Robinho determinaram a vaga para o Galo.

A partida não contou com tantas emoções. Desde o pontapé inicial, a Ponte era a melhor em campo e trocava passes com facilidade, mas cozinhava a partida em banho-maria. Ao mesmo tempo, o Atlético estava perdido em campo.

Leia mais:
Nos pênaltis, Grêmio supera Atlético-PR e avança na Copa do Brasil
Henrique Almeida pede desculpas por ofensa à torcida: "Nada justifica"
Grohe admite falha e comemora volta por cima: "Renato me deu moral"

Aos 13min, a Ponte Preta pôs um pouco de emoção em jogo e abriu o placar com Roger. Clayson aproveitou a bobeira de Erazo, que errou um passe no meio-campo, e deu um passe na medida para o atacante fazer 1 a 0. O Atlético adiantou a marcação, mas parava na organizada Ponte Preta, na falta de criatividade de Otero e na distância dos jogadores. A Ponte voltou ao banho-maria. Nas raras finalizações até o fim do primeiro tempo, o Atlético-MG arriscou de longe enquanto a Macaca encaixou alguns contra-ataques.

Os paulistas voltaram do intervalo com outra postura. Logo aos dois minutos, Felipe Azevedo fez um golaço. Ele recebeu pela direita e de fora da área encobriu Victor para marcar o segundo. Marcelo Oliveira lançou Cazares, que tantas vezes salvou o Atlético, no lugar de Otero. Inicialmente, o Galo voltou a tropeçar na boa defesa da Ponte e o jogo manteve-se em ritmo sonolento.

Aos 30min, quando a vitória parecia encaminhada para a Ponte, o Atlético começou a reagir. O primeiro gol do Galo foi muito parecido com o que sofreu no primeiro tempo. Clayson saiu jogando errado, Robinho aproveitou a sobra e deixou Lucas Pratto cara a cara com Aranha. O argentino não perdoou e descontou. A partir de então, a partida ganhou em emoção.

Nos descontos, Robinho conseguiu o empate. Após Dátolo bater escanteio, Aranha espalmou mal e deu rebote para o artilheiro fazer o 2 a 2 e garantir a vaga atleticana na próxima fase. As duas voltam a campo no fim de semana, pelo Brasileirão. O Atlético recebe o Inter, no Independência, às 18h30, no domingo. A Ponte, no mesmo dia, às 11h, enfrenta o Atlético-PR.

*LANCEPRESS


 
 
 
Zero Hora No jornal Zero Hora você encontra as últimas notícias sobre esportes, economia, política, moda, cultura, colunistas e mais.