Três perguntas

Clarissa sobre o Chicago Sky nos playoffs da WNBA: "Nesta fase, trabalho é mais mental"

Pivô defenderá o time em um novo sistema de mata-mata

22/09/2016 - 08h30min | Atualizada em 22/09/2016 - 08h31min
Clarissa sobre o Chicago Sky nos playoffs da WNBA: "Nesta fase, trabalho é mais mental" Chicago Sky / Divulgação/Divulgação
Foto: Chicago Sky / Divulgação / Divulgação

Clarissa dos Santos defenderá o Chicago Sky em um reformulado mata-mata da WNBA, liga profissional de basquete feminino dos Estados Unidos. Agora, os dois times mais bem colocados da temporada regular avançam diretamente à semifinal. Terceiro e quarto vão para as quartas, enquanto do quinto ao oitavo disputam uma rodada preliminar. 

O Sky, que ficou em quarto na temporada, aguarda o adversário — que pode ser Indiana Fever, Atlanta Dream ou Seattle Storm — para um jogo único no domingo.

Leia mais:

Em início da carreira de beisebol, Tim Tebow é sucesso comercial

O Sky teve 18 vitórias e 16 derrotas na temporada. Como você avalia o desempenho?
A fase regular foi um caminho de aprendizado. Tivemos boas vitórias que foram importantes para a equipe. Conseguimos a classificação entre os quatros, que foi muito importante. Agora vai começar uma fase nova.

Ter ficado entre as quatro dá um período de folga até a estreia nos playoffs.
Nosso jogo é só domingo, e a semana vai ser boa para acertarmos alguns detalhes. Tivemos uma sequência forte de jogos e viagens. Esse tempo vai ser importante.

O que é preciso para vencer nesta fase decisiva?
Nessa fase final, o trabalho é muito mais mental do que físico. Vamos ter que entrar com a cabeça boa, para jogar bem e buscar a vitória em todos os minutos do jogo. Mata-mata é todo mundo com o mesmo objetivo, como se brigássemos por um único prato de comida, e espero sair satisfeita após o jogo.

*ZHESPORTES


 
 
 
Zero Hora No jornal Zero Hora você encontra as últimas notícias sobre esportes, economia, política, moda, cultura, colunistas e mais.