Coluna do Guerra

Guerrinha: "É hora de acabar com o jejum"

Por: Adroaldo Guerra Filho
17/09/2016 - 08h08min | Atualizada em 17/09/2016 - 08h08min
Guerrinha: "É hora de acabar com o jejum" Lucas Uebel/Grêmio/Divulgação
Foto: Lucas Uebel / Grêmio/Divulgação

Neste domingo, na Arena, sem chance de título, mas sonhando com o G-4, o Grêmio, ainda sem o novo comandante do vestiário, enfrenta o irregular Fluminense na obrigação de uma vitória.

Claro que nada é fácil, que ninguém ganha na camisa. Mas apesar desse momento de turbulência, a turma do Humaitá precisa encontrar um jeito de recomeçar a vencer, mostrar que pode jogar mais do que tem feito e que é capaz de dar a volta por cima.

Fechadinho
Enrolado na tabela, com a confiança no chão, o Inter mudará para enfrentar o lanterna América-MG, segunda-feira, no Independência.

Logo após a derrota para o Vitória, quando despencou para a pior zona da classificação, o técnico Celso Roth avisou que vai fazer mudanças e uma delas deve ser a escalação de três volantes, para fechar a casa e tentar reencontrar o caminho da porta da saída da assustadora situação.

Leia outras colunas do Guerrinha

A piada do Guerra

A mulher resolveu acompanhar o marido ao médico.

Após o exame, o especialista chamou-a para uma conversa reservada e não perdeu tempo:

— Seu marido está com estresse profundo! A situação é bem delicada e, se a senhora não seguir as instruções que vou passar, ele corre o risco de morrer!

O médico começou:

— Prepare para ele um café reforçado!

— Nunca o incomode!

— Não o perturbe quando ele estiver assistindo ao futebol na tevê!

— Faça sexo, no mínimo, três vezes por semana!

— Deixe-o chegar no horário que quiser!

Na saída do consultório, o marido, muito curioso, não se conteve.

— O que o médico disse?

— Que você vai morrer!

*Diário Gaúcho

 
 
 
Zero Hora No jornal Zero Hora você encontra as últimas notícias sobre esportes, economia, política, moda, cultura, colunistas e mais.