Rio 2016

Justiça bloqueia bens de empresa responsável por transmissão da Olimpíada

Liminar foi concedida por problemas relacionados aos vínculos de trabalho com os funcionários durante o evento

Por: ZH Esportes
19/09/2016 - 17h17min | Atualizada em 19/09/2016 - 17h17min
Justiça bloqueia bens de empresa responsável por transmissão da Olimpíada FRANCK FIFE/AFP
Foto: FRANCK FIFE / AFP

A Olympic Broadcasting Services (OBS), empresa responsável pela geração de imagens e sons da Olimpíada, teve seus bens bloqueados por uma decisão liminar por conta de supostos danos causados a trabalhadores durante os Jogos.

O Ministério Público do Trabalho (MPT) entrou com Ação Civil Pública contra a OBS após fazer inspeções durante o evento. Os funcionários, contratados como Pessoa Jurídica ou em compromissos de prestação de serviço como Microempreendedor Individual (MEI), estariam cumprindo jornadas de trabalho superiores a 10 horas diárias, entre outras irregularidades.

Leia mais
Rafael Nadal aparece em nova lista de exames antidoping vazada por hackers
Jogos Paraolímpicos se encerram com mensagem de igualdade e otimismo
Brasil bate recorde de medalhas, mas não cumpre meta na Paraolimpíada

Segundo informações do Tribunal Regional do Trabalho (TRT) da 1ª Região, a OBS é sediada na Espanha e tem CNPJ temporário no Brasil. Os valores da empresa depositados em instituições financeiras no Brasil também estão bloqueados.

Na decisão, há também a previsão da retenção de móveis e equipamentos de transmissão da OBS que estão nas arenas olímpicas. A OBS entrou com mandado de segurança contra a decisão, mas a Justiça negou o pedido da empresa.


 
 
 
Zero Hora No jornal Zero Hora você encontra as últimas notícias sobre esportes, economia, política, moda, cultura, colunistas e mais.