Copa Davis

Melo e Soares perdem nas duplas, e Brasil fica fora do Grupo Mundial

Brasileiros lutavam pelo primeiro ponto, após perder as duas partidas de simples

Por: Lancepress
17/09/2016 - 13h13min | Atualizada em 17/09/2016 - 14h23min
Melo e Soares perdem nas duplas, e Brasil fica fora do Grupo Mundial Cristiano Andujar / Divulgação, CBT/Divulgação, CBT
Foto: Cristiano Andujar / Divulgação, CBT / Divulgação, CBT

O Brasil vai voltar a jogar o Zonal Americano da Copa Davis em 2017. Favoritos nas duplas, os dois top 5 Marcelo Melo e Bruno Soares foram surpreendidos neste sábado por Joris De Loore e Ruben Bemelmans em partida de cinco sets e o Brasil caiu por 3 a 0 na repescagem do Grupo Mundial.

Melo e Soares perderam por 3 sets a 2 com parciais de 3/6 7/6 (7/5) 4/6 6/4 6/4 após 3h22min.

Após as derrotas de Thomaz Bellucci e Thiago Monteiro, Marcelo Melo e Bruno Soares entraram em quadra neste sábado como favoritos para buscar o primeiro ponto, e a sobrevida, da equipe brasileira no confronto válido pelos Playoffs do Grupo Mundial da Copa Davis.

Com a derrota nas duplas, o Brasil volta a disputar o Zonal Americano em 2017 e a Bélgica, vice-campeã em 2015, garante sua presença no Grupo Mundial.

Leia mais:
Bellucci é derrotado por Darcis, e Brasil fecha primeiro dia em desvantagem na Copa Davis
David Goffin domina Thiago Monteiro, e Bélgica larga na frente do Brasil na Copa Davis

O jogo
Melo e Soares abriram a partida com muita vontade e agressividade, imprimindo um ritmo absurdo para cima dos belgas que ficaram completamente perdidos com o alto nível dos brasileiros e rapidamente cederam um placar de 3/0. Em seguida só precisaram administrar a vantagem com bons games de serviço até sacarem e liquidarem a parcial por 6/3.

Ao contrário do primeiro set, na segunda parcial os belgas sacaram muito bem enquanto os brasileiros passaram alguns apuros para manter seus games de serviço. Tais apuros, no entanto, não garantiram nenhuma quebra contra o time visitante e a parcial foi definida no tie-break. Em uma parcial de desempate extremamente equilibrada, os belgas empurraram os brasileiros para o fundo de quadra com um lob que lhes deu o mini-break. Com a vantagem administrada, um saque que forçou o erro de devolução do Bruno garantiu a parcial para os tenistas da casa por 7/6 (5).

Vendo a partida empatada, os belgas adquiriram uma confiança incrível e formaram uma verdadeira muralha na rede, dificultando demais a reação dos brasileiros nos games de devolução. A terceira parcial foi extremamente equilibrada, com pouquíssimas chances para ambos os lados, até o 10º game, quando os brasileiros esboçaram uma reação e conseguiram um break-point que foi convertido com um belíssimo winner de devolução de Marcelo Melo na paralela, dando o set aos brasileiros por 6/4.

Apesar do altíssimo nível demonstrado pelos brasileiros no final do terceiro set, eles começaram o quarto set sendo quebrados de 15 sem conseguir esboçar nenhuma reação. Mesmo com os ótimos saques dos belgas, Melo e Soares não deram sossego nos games de serviço dos anfitriões, alcançando chances de quebra em todos eles. Sem sucesso em converter nenhum dos break-points, os brasileiros assistiram os belgas sacarem e fecharem o quarto set em 6/4.

No set decisivo, Melo e Soares pareciam estar jogando melhor, mas acabaram vacilando e viram os belgas aproveitarem o break-point em uma devolução de saque sensacional de De Loore no pé de Melo, que não conseguiu devolver e estourou a bola na rede. Os brasileiros ainda tiveram uma chance de quebra no sexto game, porém sem sucesso. Novamente os belgas apenas administraram a vantagem e sacaram para fechar em 6/4 e garantir sua presença no Grupo Mundial em 2017.

 
 
 
Zero Hora No jornal Zero Hora você encontra as últimas notícias sobre esportes, economia, política, moda, cultura, colunistas e mais.