Tragédia

Três pessoas são detidas por tiroteio que matou filha de Tyson Gay

Autoridades do Kentucky investigam episódio no último domingo

Por: ZH Esportes
18/10/2016 - 10h46min
Três pessoas são detidas por tiroteio que matou filha de Tyson Gay Patrick Smith/Getty Images/AFP/GETTY IMAGES NORTH AMERICA
Foto: Patrick Smith/Getty Images/AFP / GETTY IMAGES NORTH AMERICA

A polícia de Lexington, no Kentucky, deteve três homens, nesta segunda-feira, que estariam envolvidos no tiroteio que matou Trinity Gay, 15 anos, filha do velocista americano Tyson Gay. Ela foi assassinada na madrugada do último domingo, em frente a um restaurante.

Chazerae Taylo, D'markeo Taylor e Dvonta Middlebrooks são acusados de atos temerários arbitrários, além do tiroteio, e uma investigação criminal está em curso. A polícia local afirmou que Middlebrooks estava no estacionamento do restaurante e disparou diversos tiros.

Trinity ficou em meio ao fogo cruzado de um tiroteio entre ocupantes de dois carros e, após ser atingida, foi levada ao hospital, mas não resistiu. Ao longo do domingo e da segunda-feira, diversos atletas e entidades esportivas manifestaram pesar com a morte da filha de Gay.

*ZHESPORTES


 
 
 
Zero Hora No jornal Zero Hora você encontra as últimas notícias sobre esportes, economia, política, moda, cultura, colunistas e mais.