Acidente

Avião de acidente da Chapecoense era britânico e já foi usado pela seleção argentina

Com 17 anos de uso, aeronave pertencia à companhia boliviana Lamia

Por: Vanessa Kannenberg
29/11/2016 - 06h50min | Atualizada em 29/11/2016 - 16h31min
Avião de acidente da Chapecoense era britânico e já foi usado pela seleção argentina Divulgação/
Modelo Avro Regional Jet 85, também conhecido como Jumbolino, era o único da companhia aérea boliviana Lamia Foto: Divulgação  

O avião que sofreu um acidente enquanto transportava a equipe da Chapecoense era de modelo Avro Regional Jet 85 (RJ-85), também conhecido como Jumbolino. Segundo sites especializados em aeronaves, a aeronave de matrícula CP-2933 tinha 17 anos e era o único da companhia aérea boliviana Lamia. No momento da queda, tinha 68 passageiros e nove tripulantes.

De acordo com o site Sport, da Espanha, o avião que sofreu um acidente com o time da Chapecoense foi utilizado por Messi e os jogadores argentinos na viagem para o Brasil, há menos de três semanas, quando a seleção hermana foi derrotada pelos comandados de Tite pelas eliminatórias da Copa do Mundo, no Mineirão.

Leia mais:
Chapecoense diz que aguarda comunicado oficial sobre acidente na Colômbia
Conmebol se manifesta e suspende final da Copa Sul-Americana
AO VIVO: acompanhe as informações sobre o acidente da Chapecoense

Ainda conforme o site El Colombiano, o presidente do Atlético Nacional, Juan Carlos de la Cuesta, equipe que enfrentaria a Chapecoense, disse que o avião tinha tradição em transportar equipes de futebol e, há algumas semanas, havia sido utilizada pelo Nacional para uma viagem a La Paz, na Bolívia, e também pela própria Chapecoense.

Com capacidade para até 100 pessoas, é uma aeronave regional fabricada no Reino Unido pela British Aerospace. Quadrimotor do tipo narrow-body, é muito utilizado para voos curtos na Europa. O RJ-85 tem envergadura de 26 metros, comprimento de 28,5 metros e altura de 8,6 metros.

O British Aerospace 146 (BAe 146) foi produzido por 19 anos, entre 1983 e 2002, tendo sido construídas 387 unidades, consagrando-se como o jato civil britânico mais bem sucedido.

Em nota oficial publicada pelo aeroporto, o avião reportou falhas elétricas a torre de controle da Aeronáutica Civil.

avião que transportava a equipe da Chapecoense sofreu um acidente na Colômbia, por volta da 0h30min (horário de Brasília) desta terça-feira. O voo da companhia Lamia partiu de Guarulhos, em São Paulo, às 15h15min de segunda-feira e tinha como destino o aeroporto José María Córdova, em Medellín, na Colômbia.

A cerca de 30 quilômetros do destino, após uma escala em Santa Cruz de la Sierra, na Bolívia, a aeronave com 81 pessoas caiu na localidade de Cerro Gordo no município de La Unión, no departamento de Antioquia, na Colômbia.


 
 
 
 
Zero Hora No jornal Zero Hora você encontra as últimas notícias sobre esportes, economia, política, moda, cultura, colunistas e mais.