Na Europa

Depois de 10 anos no país, Marta obtém a nacionalidade sueca

Jogadora seguirá defendendo a seleção brasileira

Por: AFP
15/03/2017 - 09h04min | Atualizada em 15/03/2017 - 09h04min
Depois de 10 anos no país, Marta obtém a nacionalidade sueca Minas Panagiotakis/AFP/afp
Como já defendeu a seleção brasileira, Marta não poderia jogar pela Suécia Foto: Minas Panagiotakis/AFP / afp  

Marta, a grande estrela do futebol feminino brasileiro, anunciou nesta quarta-feira que obteve a nacionalidade sueca, depois de 10 anos de residência no país escandinavo, mas ressaltou que pretende continuar jogando pela seleção do Brasil.

— Quero poder viver a longo prazo na Suécia. Eu gosto de tudo na Suécia e agora terei a possibilidade de continuar vivendo aqui quando encerrar minha carreira — afirmou Marta Vieira da Silva ao jornal Sydsvenskan.

Leia mais:

Dezessete jogadoras são aprovadas em peneira do Inter
Grêmio vence o Vitória de Santo Antão na estreia no Brasileiro Feminino

A craque de 31 anos deixou o Brasil muito jovem, em 2004, para jogar em Umeå. Sem considerar os pequenos intervalos em que atuou nos Estados Unidos e no Brasil, Marta disputou 10 temporadas na Suécia, e está pronta para a 11ª com o Rosengård, clube de Malmö.

— Me sinto sueca também. (...) Estou hiperfeliz de ter feito agora — disse, em referência a ter obtido o passaporte sueco, e exibindo o documento de naturalização, com data de 9 de março.

Marta mantém a nacionalidade brasileira e nunca vestirá o uniforme da Suécia.

"Não pode, nem quer mudar de seleção nacional", informa o Sydsvenskan.

 
 
 
 
Zero Hora No jornal Zero Hora você encontra as últimas notícias sobre esportes, economia, política, moda, cultura, colunistas e mais.