Opinião

Pedro Ernesto: o fracasso da Dupla Gre-Nal no Campeonato Gaúcho

Colunista analisa a largada ruim e má campanha de Grêmio e Inter 

Por: Pedro Ernesto Denardin
20/03/2017 - 21h23min | Atualizada em 21/03/2017 - 07h25min
Pedro Ernesto: o fracasso da Dupla Gre-Nal no Campeonato Gaúcho Félix Zucco/Agencia RBS
Foto: Félix Zucco / Agencia RBS  

Grêmio e Inter gastam milhões por mês para ter um time de futebol de qualidade e competitivo. No Gauchão se imagina que ganharão com relativa facilidade. Um jogador da Dupla pode ganhar três ou quatro vezes mais do que todos o time adversário. Não é o que está acontecendo. A primeira, é verdadeira, desculpa é o preparo físico. Vale para três ou quatro rodadas. Depois, não serve mais. O Inter ganhou duas partidas em oito. O Grêmio, três. Foram 16 jogos, e a Dupla venceu só cinco. Os torcedores se preocupam porque virão disputas muito mais difíceis ali na frente. Grêmio e Inter precisam jogar mais. Até aqui, foram fracassos.

Parada obrigatória
Lucas Barrios não tem se encontrado com a felicidade. Saiu do Palmeiras para jogar. Apostou no Grêmio e baixou seu salário. Deu de cara com questões táticas do time que impossibilitaram sua presença. Saiu Bolaños e veio a chance. O time jogou pouco contra o Veranópolis e, por último, Barrios sofreu lesão muscular. Ficará de fora dos dois próximos jogos. É da vida. Mas imagino a angústia do jogador.

Desafio
Foi muito complicado ganhar do São Paulo dentro do Beira-Rio. Imagino que o grau de dificuldade possa ser maior amanhã, em Erechim. O desafio é conquistar a primeira vitória fora de casa. O Ypiranga tem time limitado, mas jogará com a necessidade de ganhar porque está ameaçado de rebaixamento. Isso pode dificultar ainda mais para o Inter.

 
 
 
 
Zero Hora No jornal Zero Hora você encontra as últimas notícias sobre esportes, economia, política, moda, cultura, colunistas e mais.