Guerra total

Guerrinha: "Desafio para o time de Zago"

19/04/2017 - 07h45min | Atualizada em 19/04/2017 - 07h45min
Guerrinha: "Desafio para o time de Zago" Arte/Diário Gaúcho
Foto: Arte / Diário Gaúcho  

É mais um desafio.

Logo mais, no Itaquerão, o Inter, em evolução, mas ainda irregular, volta a enfrentar o Corinthians, quando tem a obrigação de marcar gol e evitar a derrota, se quiser reverter a desvantagem e seguir vivo na Copa do Brasil.

Tarefa bem complicada para a turma do técnico Antônio Carlos Zago, que outra vez terá mudanças na escalação e um adversário em alta, mas está longe de ser impossível.

Diferente

Precisa ser diferente.

Amanhã, em Assunção, o Grêmio encara o Guaraní, seu maior adversário na briga que vale a ponta da tabela do Grupo 8. Apesar de ter os mesmos seis pontos do Tricolor e de jogar cem casa, o time paraguaio está longe de ser assustador. Na prática, o resultado passa muito pela atuação do time do técnico Renato Portaluppi do que por qualquer outra coisa.

Acréscimo

Fez muita falta. Verdade que uma andorinha não faz verão, mas o Caxias sentiu muito a falta do zagueiro Jean, que costuma ter boa contribuição na bola aérea do time do técnico Luiz Carlos Winck.

Com a volta assegurada, domingo, no Centenário, o time grená ganha um acréscimo e será menos vulnerável do que foi no primeiro tempo do Beira-Rio.

Desfalque

Vai pesar muito. Na hora da decisão, o Novo Hamburgo não terá o volante Jardel, uma das pelas mais importantes do meio-campo, que se meteu num bate-boca e arrumou o terceiro amarelo.

Tudo indica que o técnico Beto Campos vai perder preciosas horas de sono para ajeitar o setor e deixar o seu time tão competitivo como foi na Arena.

Perguntinha

O Inter vai seguir vivo na Copa do Brasil?

Leia outras Colunas do Guerra


 
 
 
 
Zero Hora No jornal Zero Hora você encontra as últimas notícias sobre esportes, economia, política, moda, cultura, colunistas e mais.