Os craques

Rivalidade entre Messi e Ronaldo é destaque no clássico espanhol

Real e Barça se enfrentam no próximo domingo, no Bernabéu

Por: AFP
21/04/2017 - 13h55min | Atualizada em 21/04/2017 - 13h55min
Rivalidade entre Messi e Ronaldo é destaque no clássico espanhol GERARD JULIEN,PATRIK STOLLARZ,JOSEP LAGO/AFP
Foto: GERARD JULIEN,PATRIK STOLLARZ,JOSEP LAGO / AFP  

O português Cristiano Ronaldo e o argentino Lionel Messi, arquirrivais do futebol moderno, voltam a se enfrentar no domingo, pelo clássico que pode definir a Liga Espanhola.

Messi pode chegar a 500 gols com a camisa azul e grená, enquanto CR7 pode alcançar a marca de 400 gols defendendo os merengues.

A eterna briga entre os dois astros do esporte vai ganhar mais um capítulo, pela 33ª rodada do Campeonato Espanhol, que pode definir quem vai ser o campeão do torneio. Desde 2008, os dois dividem o prêmio Bola de Ouro de melhor jogador do mundo.

Leia mais:

Polícia alemã diz que ataque a ônibus do Borussia teve motivos financeiros
Real x Atlético, Monaco x Juventus: os confrontos da Liga dos Campeões
Ronaldinho revela que rejeitou o United em 2003: "Não me arrependo"

O argentino estreou com o Barça em 2004, no clássico catalão contra o Espanyol, e vai disputar o 557º jogo oficial com a equipe. Messi já é uma lenda no clube.

— O melhor do mundo. É o melhor do mundo — repete o técnico Luis Enrique, que destaca a recente evolução do jogador e seu amadurecimento.

— Vimos anos que Messi foi praticamente o único artilheiro. Agora ele evolui para ser um jogador completo, capaz de fazer qualquer coisa no ataque ou na defesa — garante o treinador.

São cinco Bolas de Ouro (2009, 2010, 2011, 201 e 2015), goleador histórico do Espanhol com 341 gols, entre outros recordes, como o maior artilheiro da história do Barcelona, com 498 gols em jogos oficiais.

Messi completa 30 anos em junho e já balançou as redes duas vezes mais que o segundo maior artilheiro da equipe, César Rodríguez, que fez 230 gols pelo time. Apenas dois gols separam "La Pulga" da incrível marca de 500 gols com a camiseta blaugrana, algo que poderia conseguir no Santiago Bernabéu, doze anos depois do primeiro gol pelo time, em maio de 2005, contra o Albacete.

O argentino foi incapaz de furar o bloqueio da Juventus, nas quartas de final da Liga dos Campeões. Messi quer se redimir contra o costa-riquenho Keylor Navas e aumentar a soma de gols no campeonato. O argentino tem 29 gols na competição.

Alcançar os 500 gols seria um troféu contra CR7, com quem disputa uma briga particular desde que o português chegou ao Real Madrid, em 2009. O atacante merengue quebrou novo recorde na Europa e chegou aos 101 gols na história da Liga dos Campeões.

Ronaldo balançou as redes três vezes contra o Bayern de Munique e se tornou o primeiro jogador a superar a barreira de 100 gols na Liga dos Campeões. Messi soma 94 gols no torneio.

— Não sei se existe uma categoria para ele, mas o que vimos CR7 fazer hoje é impressionante, a maneira como aparece nos jogos decisivos — falou o técnico francês depois da vitória por 4 a 2, na terça-feira.

— Às vezes parece que não, mas sabemos que quando tem algo importante ele vai estar presente. É fora de série, são poucos os jogadores que vão chegar a fazer o que ele fez — acrescentou Zizou.

Desde a chegada o Real Madrid, o astro português quebrou uma série de recordes, inclusive a marca história de Raúl González e seus 323 gols com a camisa branca. No domingo, Ronaldo pode se aproximar de outro duelo com Messi: o número de gols nos clássicos. O argentino lidera com 21 gols contra o Real, enquanto CR7 fez 16 no Barça.

 
 
 
 
Zero Hora No jornal Zero Hora você encontra as últimas notícias sobre esportes, economia, política, moda, cultura, colunistas e mais.