Série B

Juventude segura empate com o Vila Nova e se mantém entre os primeiros

Com um jogador a menos, alviverde ficou no 0 a 0 e retorna com mais um ponto para Caxias do Sul

Por: Pioneiro
19/05/2017 - 22h22min | Atualizada em 19/05/2017 - 22h22min
Juventude segura empate com o Vila Nova e se mantém entre os primeiros Carlos Costa/Futura Press
Juventude e Vila Nova brigaram muito e dividiram os pontos da partida desta sexta Foto: Carlos Costa / Futura Press  

Dentro daquilo que se espera de uma campanha com regularidade, o Juventude cumpriu mais um passo nesta sexta-feira. A equipe alviverde ficou no 0 a 0 com o Vila Nova, no Estádio Serra Dourada, e conquistou mais um ponto na Série B. 

Após um primeiro tempo interessante, com chances de gols para os dois lados, no segundo foi muita marcação e controle na marcação do time comandado pelo técnico Gilmar Dal Pozzo. Na próxima rodada, o Ju recebe o Paraná, no sábado, dia 27, no Estádio Alfredo Jaconi.

Em Goiânia, o jogo começou com muito estudo entre as equipes e poucas chances. Bem postado na defesa, o time de Gilmar Dal Pozzo impediu a pressão inicial e ainda teve maior posse de bola. Com isso, criou mais. Aos 15, na primeira finalização do jogo, Juninho fez grande jogada e serviu Ramon, que bateu no meio do gol, fácil para o goleiro Elisson. Aos 17, Tinga cruzou e a bola passou pela área com desvio do goleiro. No rebote, cruzamento de Ramon e Tiago Marques, livre, cabeceou para fora. 

O Vila Nova só foi finalizar em um erro de saída de bola do Ju. Domingues atrasou mal, Matheus falhou no balão e deu a chance para Mateus Anderson chutar com perigo, rente à trave. A resposta alviverde foi imediata. Aos 25, Pará lançou Ramon, que ganhou na velocidade e cruzou rasteiro para a área. Juninho antecipou a defesa, mas desviou para fora.

Aos 34, na melhor jogada dos donos da casa na etapa inicial, Patrick Leonardo cruzou da esquerda e Mateus Anderson finalizou de primeira. A bola passou muito perto da trave. O lance deu moral ao Vila Nova, mas a defesa alviverde continuou sem dar brechas. Aos 41, Leílson recebeu na intermediária e chutou para outra defesa de Elisson.

A volta do intervalo seguiu no mesmo roteiro. Um jogo concentrado no meio campo e com o Vila tentava atacar. Entretanto, parava na boa marcação alviverde.

A primeira boa chance foi somente aos 22 e dos donos da casa. Em boa triangulação, Wallyson deixou Tiago Adan cara a cara com Mateus. Na hora da finalização do atacante, Pará surgiu e conseguiu desviar a bola para salvar o Ju.

O time de Gilmar Dal Pozzo parecia melhorar aos 27. Conseguiu seus dois primeiros escanteios da partida. Mas aos 29, numa saída errada de bola, quando Lucas atrasou a bola, Alan Mineiro saiu na cara do gol e foi derrubado por Ruan Renato, na meia-lua da área. Como ele já tinha cartão, acabou sendo expulso.

Com um jogador a menos, o técnico Gilmar Dal Pozzo teve que fazer suas duas últimas trocas para recompor a defesa. Tirou Juninho e Tiago Marques, para colocar Micael e Diego Felipe, respectivamente. Ficando apenas com Caprini no ataque.

Tentando a vitória nos seus domínios, o Vila Nova pouco produziu sobre a marcação do Ju. Aos 38, após cruzamento da direita, Alan Mineiro subiu com liberdade e longe do gol. Foi pouco para o time goiano, mas foi de extrema importância para o time alviverde que retorna do Centro-Oeste com mais um ponto.

 
 
 
 
Zero Hora No jornal Zero Hora você encontra as últimas notícias sobre esportes, economia, política, moda, cultura, colunistas e mais.