Quase lá

Sampaoli: "Tenho a vontade de dirigir a seleção desde garoto"

Técnico afirmou que espera acordo entre Federação Argentina e Sevilla

Por: AFP
19/05/2017 - 18h22min | Atualizada em 19/05/2017 - 18h22min
Sampaoli: "Tenho a vontade de dirigir a seleção desde garoto" CRISTINA QUICLER/AFP
Foto: CRISTINA QUICLER / AFP  

O técnico do Sevilla, Jorge Sampaoli, admitiu nesta sexta-feira seu desejo de comandar a seleção da Argentina e deu a entender que deixará o clube espanhol ao fim da atal temporada.

– Há uma intenção clara do meu país de me ter como técnico e tenho a vontade desde garoto de ter essa chance – declarou nesta sexta-feira Sampaoli em coletiva de imprensa, na véspera da partida contra o Osasuna, pela 38ª e última rodada do Campeonato Espanhol.

Ele contou que o presidente da Federação Argentina de Futebol (AFA) convidou-o, mas a decisão depende do presidente do Sevilla.

– Há um contrato a se respeitar e não há nada resolvido. Apesar de meu contrato ter várias arestas que me permitem sair. Hoje eu posso sentar e conversar porque já foram cumpridos os objetivos (com o Sevilla), mas não está nas minhas mãos – insistiu.

Segundo a imprensa espanhola, o Sevilla quer que a AFA pague a multa de rescisão do contrato do técnico, no valor de 1,5 milhão de euros. Sampaoli negou ter pedido ao presidente do Sevilla para não treinar o Sevilla nesta última partida contra o Osasuna, podendo já se dedicar à seleção.

A imprensa espanhola vem afirmando há algumas semanas que Sampaoli deixará o Sevilla ao fim da temporada e que será substituído pelo compatriota Eduardo Berizzo, hoje no Celta de Vigo.

 
 
 
 
Zero Hora No jornal Zero Hora você encontra as últimas notícias sobre esportes, economia, política, moda, cultura, colunistas e mais.